Dr. Edson Souza reassume a Prefeitura do Brejo da Madre de Deus

 11201868_869555219789135_2970858012017417430_n

Por maioria, na sessão desta terça-feira (25), os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afastaram a cassação dos diplomas e a inelegibilidade pelo prazo de oito anos imposta ao prefeito do município pernambucano de Brejo da Madre de Deus, Edson de Sousa, e à sua vice, Clarice Correa, por suposta prática de abuso de poder econômico e político e conduta vedada a agente público em período eleitoral. Apesar do afastamento da condenação, o Plenário decidiu pela aplicação de multa a ambos, no valor de 50 mil UFIR.

Leia mais

São Bento do Una realiza a 2º Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência

11908445_723555467773591_2524052513643426324_n

Aconteceu na última terça feira (25) a 2º Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Bento do Una, trazendo como tema: Os desafios na implementação da política da pessoa com deficiência e sua transversalidade nos Direitos Humanos. Contamos com o palestrante Dr. Diogo Moraes, advogado e pessoa cega, membro do Conselho Estadual de Defesa da Pessoa com Deficiência de Pernambuco (CONED-PE). Tivemos a participação dos municípios de São João e Garanhuns. No final houve grupos para construção de diretrizes e ações para a política municipal da pessoa com deficiência. Cerca de 200 pessoas participaram da conferência, que aconteceu na Câmara de Vereadores de São Bento do Una.

11954736_723555784440226_2384414418358080498_n 11953044_723557184440086_3108012943421322595_n 11954741_723555704440234_6817671175429998482_n 11947485_723555637773574_1265656457975679739_n 11926387_723556101106861_364065345783439757_n 11921673_723555924440212_2601248174781739478_n 11899904_723555921106879_7610141598583328779_n 11896029_723555544440250_6750091893313325092_n 10985442_723556464440158_5719102277793910017_n

Nesta quarta (26) aconteceu a Comemoração do Dia dos Pais, do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Idosos. Os idosos participaram de reflexão sobre a data comemorativa, oração de agradecimentos, gincanas, entregas de brindes e o corte do bolo. Tudo isso foi realizado na sede do SCFVI.

11902504_723864057742732_5492043542995027880_n 11707688_722697734526031_333109410702695294_n

11949459_723864234409381_8803414397612780100_n

Já na última sexta feira (21) houve a comemoração do Dia dos Pais do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Crianças e Adolescentes e Programa Vida Nova em todos os prédios. Contamos com momentos dos usuários fazendo homenagem, os grupos Sopro Divino e Sanfonas Sambenteses realizaram apresentações. Houve também momento de reflexão, dinâmicas, sorteios de brindes e cestas básicas.

11935057_722698451192626_8387615531024754177_n 11947406_722697477859390_7693158323184778418_n 11889682_722697724526032_8920257971132055635_n

Secretaria de Trabalho e Ação Social  – Sec. Sueli Maciel

Mais fotos na pagina – https://www.facebook.com/acaosocialsbu?fref=ts

Leia mais

Nesta sexta feira dia 28 Belo Jardim viverá um dia de Literatura de Cordel.

11951794_823436437774148_921280824931155213_n

Na próxima sexta feira dia 28 na Escola Tomas Alves teremos um dia inteiro de cultura popular com o tema “Lendo Com Prazer e Motivação” o evento é aberto ao publico com inicio às Oito horas ate o meio dia e das duas horas ate às cinco da tarde.
O Evento vai contar com apresentação de literatura de cordel de renomados cordelistas e Xilogravuras. Com destaque para o trabalho de Amazam, espetáculo com o Auto da Compadecida, Coreografia Musical da vaca Estrela, encenação de Zé do cordel e Maria Xiló além de muitas outras atrações culturais com muito humor e diversão.
Portanto nesta sexta feira dia 28 na escola Tomás Alves venha participar de um dia inteiro de cultura pra você Inteiramente grátis.

BJ1

Leia mais

Mendonça Filho entrega novo acesso a Belo Jardim neste domingo (30/08)

11889615_10203199516787173_8748839284658392717_n

O deputado Mendonça Filho participa, neste domingo (30), da entrega simbólica do Novo acesso a Belo Jardim, na Cohab 1. A obra garantida graças a emendas parlamentares de autoria de Mendonça, foi concluída e hoje serve a população de Belo Jardim,  melhorando o tráfego, valorizando as residências da área e facilitando o escoamento de mercadorias. O evento que será realizado na nova via é uma prestação de contas a cidade e contará com show da banda Magníficos.

Para Mendonça, a via garante desenvolvimento pra cidade. “É uma obra que facilita a vida de quem mora na cidade. Era desejo dos moradores da Cohab 1 e uma necessidade de Belo Jardim”. Lembrou o deputado.

Além de destinar emendas ao Orçamento Geral da União, Mendonça acompanhou o andamento dos serviços junto ao Governo Federal e  visitou várias vezes o canteiro de obras. A avenida, que conta com duas vias, separadas por um canteiro central é calçada e iluminada.

A obra do novo acesso contou com um investimento de R$ 1,6 milhão e foi concluída ainda no primeiro semestre de 2015.

2015-08-25 10.11.45 2015-08-25 10.13.01

 

Leia mais

PEC 172 de autoria de Mendonça Filho é aprovada pela Comissão Especial e segue para plenário

 

fgtsApós aprovação em Comissão, a  Proposta Especial à Constituição (PEC) 172/12, de autoria do líder do Democratas, Mendonça Filho, segue agora para o plenário da Casa.  A proposta impede que a União repasse encargos para estados e municípios sem a devida previsão dos respectivos recursos.

Segundo Mendonça, a PEC pretende acabar com o péssimo hábito de transferência de encargos para os entes federados. “Essa injustiça já acontece há muitos anos e o objetivo de nosso projeto é criar um guarda-chuva que proteja os estados e os municípios”. O deputado pernambucano elogiou a negociação que levou à aprovação e disse que o texto de consenso preserva também as contas públicas. “Até porque, não podemos levar a União à irresponsabilidade fiscal”, argumenta.

De acordo com o Mendonça, em uma federação de grande extensão territorial como o nosso, a eficiência na prestação de serviços “está relacionada diretamente com a possibilidade de descentralização das ações governamentais e isso justifica, e até impõe, a transferência de encargos de uma entidade política para outra”, afirma. O líder lembrou, porém, que é preciso que haja “recursos disponíveis para que os entes possam fazer frente a essas despesas”.

 

 

 

propaganda 3

 

Leia mais

Feiras Livres de Belo Jardim mudam de data em setembro.

06.05.2013-FEIRA-DE-SEGUNDA-BJ-002

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente – SAMA informa que a feira livre que acontece no pátio Nivaldo Jatobá tradicionalmente as segundas feiras será adiada devido ao feriado do dia da independência para terça feira, dia 8 de setembro. A SAMA também informa que a feira livre da sexta será antecipada para quinta dia 10, devido ao feriado de 11 de setembro, aniversário de Belo jardim.

Foto: Gory Vieira

Prefeitura Recupera a estrada de Água Fria

WP_20150819_010

A prefeitura de Belo Jardim continua a trabalhar para melhorar a vida das mulheres e dos homens do campo. Através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente – SAMA foi recuperada a estrada que liga a BR 232 até o distrito de Água Fria, beneficiando a todos que utilizam a via local. O responsável pelo programa de recuperação das estradas o diretor da SAMA, Tony do Perfume informou que a pedido do prefeito João Mendonça serão recuperadas nos próximos dias as estradas de Santa Luzia, Sítio Rodrigues e Batinga.

WP_20150819_002

Leia mais

Semana de Literatura Popular – Sesc Ler Belo Jardim e AEB

11892078_610904929012410_6160973419823271004_n

Na ultima terça feira (25/08) teve inicio a Semana de Literatura Popular, o evento em parceria com o SESC Ler Belo Jardim, reuniu alunos dos cursos de História e Letras da FBJ trazendo para a Biblioteca da AEB – Autarquia Educacional do Belo Jardim  dois escritores e poetas que apresentaram o tema: Com a palavra o escritor – “O desafio no repente”, logo após a exposição, o público prestigiou com bastante entusiasmo a cantoria de viola, de autoria dos escritores da noite: Edmilson Ferreira (PI) e Nogueira Neto de Belo Jardim e ex aluno desta IES.

11902322_610904382345798_7474196185666946462_n

A FBJ teve seu início de semana repleto de atrações culturais.  A Abertura da Semana Pedagógica dos cursos de História e Letras que aconteceu na noite desta segunda-feira (24) na Biblioteca da AEB, contou com uma grande participação de alunos que prestigiaram apresentações folclóricas em homenagem ao poeta Patativa do Assaré.

Além dos alunos, os professores João Estevão e José Sandro apresentaram poesias e canções.​

11953176_610903139012589_8784275705164179044_n 11885257_610902639012639_8169824131052066541_n 11218984_610903672345869_6618019397257078028_n 11892263_610902779012625_1153305075035468741_n

A programação segue até a sexta feira (28)

27/08/2015 – (quinta-feira)
19hs30mim – Com a palavra o escritor: “As origens da literatura de cordel com Meca Moreno (Palmares)”.
Mediação: Juvêncio Júnior (Belo Jardim)

20hs40min – Récita com os alunos do Curso de Letras da FABEJA (Belo Jardim).
Local: Biblioteca da FBJ (FACULDADE DE BELO JARDIM)

28/08/2015 – (sexta-feira)
19hs30mim – Com a palavra o escritor: “A barca dos encantados / Manuel Clemente (Belo Jardim) por Valdemir Cintra (Belo Jardim)
Mediação: Juvêncio Júnior (Belo Jardim)

20hs40min – Homenagem “Filme sobre Gilvan Lemos”
Local: Biblioteca da FBJ (FACULDADE DE BELO JARDIM)
Realização: Laboratório de Autoria Literária “Gilvan Lemos” – SESC Ler Belo Jardim.

Leia mais

Senador Fernando Bezerra: “Responsabilidade – esta é a palavra de ordem na política brasileira”

25.08.15_Plenário_Pronunciamento_Crise_Agenda

Brasília, 25/08/15 – “Responsabilidade. Esta deve ser a palavra de ordem na política brasileira”, defendeu hoje (25), em pronunciamento na Tribuna, o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE). De acordo com o parlamentar, partidos e lideranças devem colocar de lado projetos pessoais para que o Brasil possa superar as crises política e econômica, preservando empregos e investimentos.

“As disputas políticas não podem ser maiores que o Brasil”, afirmou. “O tempo é de alinhavar o entendimento e estabelecer diálogos porque um passo atrás, agora, poderá comprometer o futuro das próximas gerações”, completou Fernando Bezerra. O senador também destacou que os problemas na economia estão levando o governo federal a adotar medidas de austeridade, cortando despesas para preservar investimentos em áreas essenciais. As mesmas medidas, segundo lembrou Bezerra Coelho, estão sendo adotadas em outros estados, como Pernambuco, onde o governador Paulo Câmara anunciou plano para reduzir gastos em mais de R$ 900 milhões. O mesmo gesto está sendo repetido por prefeituras pernambucanas, incluindo a capital, Recife.

“No mundo inteiro, o cenário não é dos mais fáceis. Ontem (24), vimos os mercados econômicos internacionais com os nervos à flor da pele graças à desaceleração da economia chinesa”, alertou o senador. “Com a China consumindo menos, as bolsas de valores, pelo planeta, sofreram quedas bruscas e o medo de uma nova crise mundial voltou ao noticiário”, acrescentou. Fernando Bezerra avaliou, ainda, que, em um ambiente de incertezas, o mais sensato é agir com calma, projetando o futuro e avaliando cada passo antes da tomada de posições.

AGENDA BRASIL – Durante o pronunciamento, o senador afirmou que a Agenda Brasil, proposta pelo Senado, deve ser aprimorada, agregando sugestões da sociedade, do setor produtivo e dos governos. “A expectativa (da sociedade) é que esta Casa possa atuar como o grande mediador que o Brasil precisa. Uma voz serena, com capacidade de enxergar além da neblina e apontar as alternativas para o futuro”, destacou o socialista.

Confira abaixo a íntegra do pronunciamento:

“Os momentos de crise exigem, de todos nós, grandes responsabilidades e firmeza de compromissos. O Brasil está passando por um período difícil, como há muito tempo não víamos. Enfrentamos tempos nebulosos na economia, com ameaça de recessão e, o que é pior, risco de diminuição do número de empregos. Não há indicador mais danoso a uma nação que o desemprego. Quando homens e mulheres não conseguem trabalhar para sustentar suas famílias, os problemas saem do campo da economia e migram para a esfera social.

Esta semana, a presidenta Dilma Rousseff reconheceu que estamos vivendo um ambiente de crise, com dificuldades para a retomada do crescimento. O Governo Federal deve anunciar, nos próximos dias, os cortes necessários para que a máquina pública consiga conter despesas. E, de fato, é necessário que a gestão pública faça sua parte no âmbito do ajuste fiscal. Mais que isso, o Governo precisa dar o exemplo e provar que está disposto a cortar na própria carne para preservar os investimentos em setores essenciais como saúde, educação, infraestrutura e previdência.

Esta realidade de ajustes e sacrifícios se repete nas unidades da federação. Em Pernambuco, estado de onde venho, o governador Paulo Câmara anunciou ontem um pacote que visa economizar perto de 900 milhões de reais. É uma medida dura, austera; mas, necessária neste momento. Uma demonstração de maturidade de gestão.

Os jornais de Pernambuco também noticiam que prefeituras importantes, incluindo a do Recife, irão trilhar o mesmo caminho, reduzindo suas estruturas para manter o foco nos serviços mais básicos.

No mundo inteiro o cenário não é dos mais fáceis. Pelo contrário. Ontem vimos os mercados econômicos internacionais com os nervos à flor da pele, graças à desaceleração da economia chinesa. Com a China consumindo menos, as bolsas de valores, pelo planeta, sofreram quedas bruscas e o medo de uma nova crise mundial voltou ao noticiário.

Os problemas da China afetam diretamente o Brasil; afinal, Pequim é um parceiro comercial fundamental para nossas produções de soja, minério de ferro e petróleo. Com a instabilidade chinesa, nossa economia assume uma posição ainda mais frágil e defensiva, enquanto aguardamos pelos desdobramentos dos fatos.

E qual o nosso papel, Senhor Presidente, diante de um quadro de tantas incertezas? 

Nós, atores políticos, temos que assumir a responsabilidade que nos cabe e buscarmos os caminhos para fazer o país atravessar este momento, sem estragos. Cabe a nós, que recebemos os votos de confiança da população brasileira, buscar as construções necessárias para garantir tranquilidade aos investidores, segurança aos empresários e emprego aos trabalhadores. 

As disputas políticas não podem ser maiores que o Brasil. O tempo é de alinhavar o entendimento e estabelecer diálogos porque um passo atrás, agora, poderá comprometer o futuro das próximas gerações. Já provamos deste remédio em diagnósticos anteriores e sabemos que ele não é bom para a maioria.

A disputa política, a crítica, o contraponto são justos e fazem parte da democracia. Porém, precisamos desarmar os palanques. O povo brasileiro exige de nós a vigilância, sim; mas, fundamentalmente, o compromisso com o futuro da nação.

Temos visto, nas últimas semanas, grandes setores produtivos – como a Confederação Nacional da Indústria e as Federações das indústrias de São Paulo e do Rio de Janeiro – assinarem manifestos públicos em defesa dos interesses do país, no sentido de manter suas plantas funcionando e a economia ativa.

Por outro lado, sindicatos têm aberto mão de reajustes para garantir que homens e mulheres preservem seus empregos.  Não podemos, portanto – nós, que atuamos no terreno da política – aprofundar uma crise que, por si só, já é bastante delicada.

Não se deve fazer da política uma arena de guerra; onde, quanto pior, melhor. Um bom caminho só se constrói olhando para o futuro e compreendendo que é durante as dificuldades que devemos pensar de maneira coletiva.

O partido do qual faço parte, o PSB, desde o final do ano passado, assumiu uma posição de independência em relação ao Governo Federal. Temos nos colocado em favor do Brasil e dispostos a dialogar com todas as forças para fortalecer a democracia, desenvolver o país e promover justiça social.

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Senadores,

Nas últimas semanas, esta Casa tem feito um grande e louvável esforço para trabalhar numa agenda que corresponda aos mais urgentes anseios do povo brasileiro. Nossa disposição é apoiar a Agenda Brasil, apresentada pelo presidente Renan Calheiros.

No meu entendimento, a Agenda Brasil ainda está aberta para receber sugestões e ser aprimorada. Ela é um instrumento para a construção do necessário diálogo entre as forças políticas, o Governo Federal e a sociedade civil organizada. Acredito que esta Agenda também é o primeiro passo para a superação da crise política, que ainda estamos mergulhados.

A modernização do Estado brasileiro, o ajuste e o equilíbrio fiscal, a proteção social, a melhoria do ambiente de negócios e da infraestrutura, como também a adequação de normas na legislação sobre licitações e contratos, são pontos que compõe a Agenda Brasil.

Na condição de empreendedor ou indutor de desenvolvimento, o Estado brasileiro demanda o aperfeiçoamento das normas administrativas e maior segurança jurídica para impulsionar a cadeia produtiva na interação com os agentes econômicos. E as parcerias público-privadas são exemplos relevantes neste momento em que os gestores governamentais buscam atrair investimentos particulares.

Fenômeno emergente nas relações trabalhistas da era tecnológica, o ambiente institucional dos trabalhadores terceirizados necessita de regras mais claras e proteção jurídica adequada, em vista de um passivo trabalhista que pode ser gerado diante de um vazio legislativo.

Em nome da racionalidade, da economia de despesas e da eficiência administrativa, a redução de ministérios e de empresas estatais, a eliminação de cargos e de estruturas administrativas obsoletas são propostas que podem traduzir a direção do Governo Federal na linha da austeridade em consonância com os reclamos da sociedade. Mais que uma simbolização, significa o engajamento do Governo na reforma da máquina administrativa onerosa e ineficiente.

Precisamos discutir cada passo, pesar, ponderar, ouvir opiniões. Porque o que está em jogo agora não é o projeto político desta ou daquela legenda, mas o futuro de milhões de pessoas.

Responsabilidade! Esta é a palavra de ordem.

Os brasileiros que nos colocaram aqui olham para esta Casa com uma atenção diferente. A expectativa é que o Senado possa atuar como o grande mediador que o Brasil precisa. Uma voz serena, com capacidade de enxergar além da neblina e apontar as alternativas para o futuro.

Não temos o direito de frustrar uma nação que construiu, de maneira tão sofrida, sua estabilidade econômica. E vinha experimentando, nas últimas décadas, um período de crescimento.

Precisamos seguir adiante, com coragem e determinação.

Muito obrigado.”

Leia mais

Monteiro: não há crescimento econômico sem investimento na indústria

Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior abriu workshop “Elementos para uma nova Política Industrial do Brasil no período 2015-2018”

Ministro Armando Monteiro

Brasília – O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, disse nesta terça-feira (25) que não existe crescimento econômico sem investimento na indústria. “A indústria brasileira é um ativo estratégico que não pode ser dispensado”. Monteiro participou hoje da abertura do workshop “Elementos para uma nova Política Industrial do Brasil no período 2015-2018”. Ele afirmou que iniciativas como essa, que buscam o aprimoramento da política industrial, são indispensáveis para a evolução do setor industrial. O evento foi realizado em Brasília e organizado pela Secretaria do Desenvolvimento da Produção do MDIC, em parceria do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (IBRE/FGV).

Ministro Armando Monteiro1Para Monteiro, o Brasil não pode deixar de ter uma política industrial, pois o tema está no centro das estratégias do governo federal. “Um dos desafios atuais é definir o modelo de governança adequado à realidade brasileira, para que seja possível elevar a produtividade da indústria do Brasil”, afirmou.

O diretor do IBRE/FGV, Luiz Guilherme Schymura, e o vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Glauco José Côrte, também participaram da abertura do evento. Segundo Schymura, o aprimoramento da política industrial é uma constante em todos os países. “É um tema de debate extremamente importante”, afirmou. Côrte cumprimentou o ministro Monteiro por participar pessoalmente do projeto e também se mostrou satisfeito com a iniciativa. “Apesar de ter sido impactada por contextos econômicos desfavoráveis, a indústria brasileira tem grande expectativa em relação a uma nova política industrial.”

O workshop foi organizado em quatro painéis de discussões. O secretário de Desenvolvimento da Produção do MDIC, Carlos Gadelha, participou da sessão que debateu os desafios para uma nova política industrial. Os outros painéis trataram de temas como: experiências recentes de política industrial no Brasil; diretrizes a serem adotadas após o ajuste fiscal; produtividade e custos.

O workshop foi estruturado em quatro painéis:

1. Visão Geral sobre Política Indústrial: o painel contou com a participação do secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), Dyogo Oliveira, o diretor de Políticas Estratégicas da CNI, José Augusto Fernandes, o presidente do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, Mariano Laplane. As discussões foram moderadas pelo Secretário Carlos Gadelha.

2. Desafios para uma nova Política Industrial: as discussões foram conduzidas pelo secretário Carlos Gadelha, pelo presidente da Agência Brasileiras de Desenvolvimento Industrial, Alessandro Teixeira, pelo diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, João Carlos Ferraz, e pelo diretor do Instituto de Economia da UFRJ, David Kupfer. O painel foi moderado pelo professor do Ibre/FGV Maurício Canêdo Pinheiro.

3. Produtividade e Custos: mesa composta pelo pesquisador do Ibre/FGV, Regis Bonelli, a diretora do Instituto de Política Econômica Aplicada (Ipea), Fernanda de Negri e a coordenadora da FGV Joísa Dutra. Os debates foram moderados pelo diretor de Competitividade Industrial da SDP, Igor Nogueira Calvet.

4. Indústria e Desenvolvimento Produtivo no Brasil: discussão conduzida pelo assessor do MDIC, José Oswaldo Cândido, que contou com a participação do

professor da FGV Nelson Marconi (EESP/FGV) e do professor do Ibre/FGV Maurício Canêdo Pinheiro.

Indústria e Desenvolvimento Produtivo no Brasil – Ao final do evento, foi lançado o livro “Indústria e Desenvolvimento Produtivo no Brasil”, da Escola de Economia de São Paulo e do Instituto Brasileiro de Economia, ambos da FGV, que reúne artigos com diferentes abordagens sobre a política industrial brasileira. A publicação tem como organizadores o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, Nelson Marconi, Maurício Canêdo Pinheiro e Laura Carvalho.

Crédito da foto: MDIC/Divulgação

Leia mais

Prefeitura de São Bento do Una esclarece falsa denuncia

SBU Imprensa

A Prefeitura de São Bento do Una vem esclarecer a todos que a denúncia publicada pelos vereadores que “fazem” oposição referente a um suposto levantamento realizado na Folha de Pagamentos, onde constataram funcionário pedreiro sendo contratado como médico e gari sendo contratado como professor, trata-se de mais um equívoco dos vereadores que subscrevem a denúncia.

Nem é preciso muito esforço mental para se observar que é um simples caso de homonímia e não de irregularidade. Uma simples análise das imagens publicadas, podemos verificar que o pedreiro “José Carlos da Silva Ramos” tem o sobrenome “Ramos” diferenciando-o do médico e do vigilante “José Carlos da Silva”. Ainda assim, sem qualquer dificuldade, é possível observar que os CPFs de todas as pessoas apontadas na denúncia são diferentes. Esta é uma das principais funções e um dos principais motivos de termos número de CPF: diferenciar as pessoas.

Em título de informação aos vereadores que “fazem” oposição, vale a pena citar a definição da expressão “homônimo” segundo o dicionário Aurélio: “2. Que ou quem tem o mesmo nome que outrem ou que outra coisa”. Em título exemplificativo, para que não restem mais dúvidas, podemos citar o caso da vereadora “Maria de Fátima Queiroz de Andrade” que apesar de sobrenomes não tão comuns, tem uma homônima que é psicóloga em Brasília-DF.

Por fim, vale ressaltar os perigos de se ter o mesmo nome de outra pessoa, pois muitas vezes são confundidos por autoridades, chegando a responder processo criminal, ter prisão decretada ou vítima de estelionato.

Certo de que o mal entendido criado pelos vereadores que “fazem” oposição foi esclarecido, e a desinformação a população foi corrigida, deixaremos para explicar a definição de “honestidade” para outro momento. Oportunamente, nos colocamos a

disposição de toda a população para apresentar os funcionários citados e suas fichas funcionais.

Transparência e compromisso: é São Bento do Una Melhor a Cada Dia.

Leia mais

Semana de Literatura Popular de 25 a 28/08/2015 – Laboratório de Autoria Gilvan Lemos

semana_literatura_popular
O SESC Ler Belo Jardim em parceria com a FABEJA realizará no período de 25 a 28/08/2015 a Semana de Literatura Popular, mais uma ação do Laboratório de Autoria Literária Gilvan Lemos, onde estarão presentes poetas da cidade e da região. As ações acontecerão na biblioteca da FABEJA a partir das  19hs30min, com palestras, recitais e intervenções poéticas. Segue a programação em anexo
 
Entrada gratuita!

25/08/2015 – (terça-feira)

19hs30mim – Com a palavra o escritor: “O desafio no repente com Edmilson Ferreira (Várzea Grande / PI) e Nogueira Neto (Belo Jardim)”.

Mediação: Juvêncio Júnior (Belo Jardim)

20hs40min – Uma cantoria de Viola, Edmilson Ferreira Várzea Grande / PI) e Nogueira Neto (Belo Jardim).

Local: Biblioteca da FABEJA

26/08/2015 – (quarta-feira)

19hs30mim – Com a palavra o escritor: “A modernidade no cordel com Maria Alice Amorim (Petrolina) e Jorge Filó (Recife)”.

Mediação: Sandro dos Santos (Belo Jardim)

20hs40min – Récita com José Mauro de Alencar (Exu).

Local: Biblioteca da FABEJA

27/08/2015 – (quinta-feira)

19hs30mim – Com a palavra o escritor: “As origens da literatura de cordel com Meca Moreno (Palmares)”.

Mediação: Juvêncio Júnior (Belo Jardim)

20hs40min – Récita com os alunos do Curso de Letras da FABEJA (Belo Jardim).

Local: Biblioteca da FABEJA

28/08/2015 – (sexta-feira)

19hs30mim – Com a palavra o escritor: “A barca dos encantados / Manuel Clemente (Belo Jardim) por Valdemir Cintra (Belo Jardim)

Mediação: Juvêncio Júnior (Belo Jardim)

20hs40min – Homenagem “Filme sobre Gilvan Lemos”

Local: Biblioteca da FABEJA

Realização: Laboratório de Autoria Literária “Gilvan Lemos” – SESC Ler Belo Jardim.

Atenciosamente,

Juvêncio Júnior
Professor II Artes Literatura
SESC Ler Belo Jardim
Leia mais

Mendonça comenta declaração de Dilma: Susto leva quem é despreparado

20069375694_130b6ec88b_h

O líder do Democratas na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE),  comentou as declarações da presidente Dilma Rousseff. Para Mendonça Filho, a demora dos petistas em reconhecer  a gravidade da situação é “sinal de incompetência de um governo que destruiu a economia, gerando desemprego e inflação, e que foi omisso diante dos casos de  corrupção”.

Mendonça disse ainda que o fato da presidente ter dito que levou muitos “sustos” mostra o que os brasileiros, infelizmente, têm percebido de forma muito dolorosa, quando enfrentam a inflação e o desemprego. “Susto leva quem é despreparado. Quem se planeja, quem se organiza, não se assusta, não é surpreendido com uma situação tão grave”, afirma.

Segundo Mendonça, assustados “devem estar os brasileiros que perderam seus empregos ou tiveram sua renda reduzida por conta da irresponsabilidade do governo petista”. O IBGE divulgou há pouco que o desemprego no Brasil subiu a 8,3% no segundo trimestre de 2015. É a maior taxa da série histórica.

Além disso, na entrevista, Dilma disse ter sido “surpreendida” com as irregularidades na Petrobras, “justo ela que foi ministra de Minas e Energia e presidente o Conselho de Administração da estatal”, completou Mendonça.

O líder disse também que “surpreendido está o país com o discurso da presidente, que joga a culpa da crise no cenário externo, quando a verdade é que a crise é resultado da irresponsabilidade fiscal e econômica, de uma política baseada no vale-tudo que visou sua reeleição em 2014”.

Leia mais

Imagem de Aparecida está na Paróquia Nossa Senhora da Saúde em Belo Jardim

11947411_921213311258838_1254204166975206247_n

Após uma linda festa de recepção ontem, 22, na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Belo Jardim, organizada pelo Conselho Paroquial e pelo Pe. Geraldo de Magela Silva, pároco local, e ainda uma vasta programação de catequese, evangelização e missão durante todo o domingo, 23, a imagem de Nossa Senhora Aparecida segue seu itinerário de visita às paróquias ainda na cidade.

11139417_921213467925489_5164795620032134915_n

Tendo se despedido da Paróquia com uma missa às 16 horas, o povo conduziu a imagem até a paróquia Nossa Senhora da Saúde, no bairro da Cohab 1. Lá, a imagem permanecerá até amanhã a noite, cumprindo uma programação estabelecida pelo Conselho Paroquial, sob a coordenação do Pe. Antônio Ferreira, pároco local.

Em seguida, a imagem seguirá para a Paróquia São Pedro e São Paulo Apóstolos, no bairro de São Pedro, sendo recebida amanhã, 24, à noite pelos Pe. José Luiz Gomes e Eliseu Francisco, respectivamente pároco e vigário paroquial.

PasCom Diocesana

Leia mais

Jovem de Belo Jardim está desaparecido, e veiculo foi encontrado em Lajedo

Junior

Jovem conhecido por Júnior, morador do município de Belo Jardim, está desaparecido. Na tarde deste domingo (23), o veículo que pertence ao jovem, foi encontrado no município de Lajedo, também no agreste de Pernambuco. Segundo informações do irmão do mesmo através das redes sociais, o paradeiro de Júnior ainda é desconhecido. Se alguém souber alguma informação que possa ajudar, entrem em contato pelos telefonas abaixo.

 

(81) 99398158

37262412

94645420

94645388

Leia mais

BELO JARDIM GANHARÁ UNIDADE DA APAE

(Associação de pais e amigos dos excepcionais de Belo Jardim)

APAE22

Na semana em que acontecem várias atividades nas APAES de todo o Brasil, comemorando a “SEMANA NACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL E MULTIPLA”, o município de Belo Jardim, localizado no agreste do Estado, recebe a notícia de que ganhará uma unidade da APAE, hoje considerada a maior instituição de inclusão social do mundo. Atualmente com mais de 2 mil unidades em todo território Nacional, com mais de 250 mil pessoas atendidas. Em Pernambuco, existem apenas 20 unidades.

Segundo o Radialista Ricardo Resende que foi designado pela FEAPAES e está à frente do movimento, a unidade deverá atuar na área clínica e também de educação especial. E oferecerá além do município de Belo Jardim, o atendimento a pessoas de municípios vizinhos, através de parcerias com o poder público, empresas e população em geral.

Leia mais

Pernambucano SUB-23 estreia dia 27/08; Belo Jardim joga com o Serrano

reunião-fpf

Na tarde da última quarta-feira (19), a Diretoria de Competições da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), através do diretor de Competições, Murilo Falcão, se reuniu com os representantes dos 12 clubes participantes do Campeonato Pernambucano Sub-23 para ajustar os últimos detalhes da competição. O regulamento foi ratificado pelos clubes. O campeonato será iniciado no dia 27 de agosto e terá 19 datas, sendo encerrado no dia 28 de outubro.
A primeira e segunda fase serão regionalizadas, com os clubes divididos em dois grupos. O grupo A será composto pelas equipes de Afogados, Araripina, Petrolina, Flamengo de Arcoverde, Belo Jardim e Serrano. O grupo B terá em sua composição o Vitória, Timbaúba, Ipojuca, Íbis, Olinda e Barreiros.
Na primeira fase 12 equipes formarão dois grupos denominados “A” e “B”, com seis clubes em cada, jogando no sistema de ida e volta, totalizando 10 datas. As quatro associações melhores colocadas em cada grupo se classificarão para a próxima fase.
A segunda fase terá oito equipes que formarão dois grupos denominados “C” e “D”, com quatro clubes em cada grupo jogando no sistema de ida e volta, classificando-se os dois primeiros colocados de cada grupo.
Na terceira fase acontecerão as semifinais. Os grupos “E” e “F”, com dois clubes cada, jogam no sistema de ida e volta, classificando-se os primeiros colocados de cada grupo. Essas duas associações já estão automaticamente classificadas para a Série A1.
Na quarta e última fase, as duas equipes disputarão o título em jogo único. Confira a primeira rodada da competição.

FPF-PE

11243804_869662383141256_7112807248795705765_n

Leia mais

Bispo Dom Paulo Jackson é aclamado pelo povo de Garanhuns

11899784_917325071638901_5496652244221000035_n

Depois de passar por Capoeiras e Caetés, Dom Paulo Jackson chegou a Garanhuns antes das 16h e fez uma parada na Igreja Santa Terezinha, na Avenida Sátiro Ivo, no Magano. Em seguida, seguiu em caravana até a Catedral de Santo Antônio, onde foi empossado numa cerimônia prestigiada por 19 bispos, dois arcebispos, os padres da Diocese e outros sacerdotes de diversos lugares do Nordeste e do Brasil.

11953139_1119199401427619_9047045089045460638_n

Na Catedral também estava o governador Paulo Câmara, o prefeito Izaías Régis, além de empresários, militares e líderes políticos de todas as cidades da região. Os fieis encheram as ruas do centro de Garanhuns e a Igreja Matriz ficou pequena para tanta gente que queria ver de perto o novo bispo da Diocese.

11921773_917324954972246_1394440732681549616_n

Terminada a solenidade no centro, os religiosos e a população em geral rumaram para a Praça Mestre Dominguinhos, onde uma missa campal foi celebrada por Dom Paulo Jackson. Por conta de intenso movimento em torno da Avenida Santo Antônio e no sentido da Praça de Eventos, o trânsito de várias ruas foi bloqueado e difícil foi conseguir um lugar para estacionar nas imediações do lugar em que foi realizada a celebração.

Ainda na Catedral, em rápidas palavras, o governador Paulo Câmara desejou boa sorte ao bispo e disse que esperava do religioso muito trabalho e o fortalecimento da fé dos moradores do Agreste. O prefeito Izaías Régis foi à Igreja Matriz acompanhado de sua esposa Socorro e de seus principais colaboradores na administração.

O gestor também saudou a chegada do novo bispo e demonstrou confiança no trabalho pastoral de Dom Paulo Jackson. Segundo ele a Diocese está muito bem servida e a fé dos católicos de Garanhuns e demais cidades da região será reforçada de agora por diante.

O antecessor de Dom Paulo na Diocese, Dom Fernando Guimarães, também estava presente na Catedral de Santo Antônio, prestigiando a posse do seu sucessor. Nas fotos que acompanham esta matéria, publicadas originalmente nos grupos “Garanhuns Onde o Nordeste Garoa” e “Garanhuns Cidades das Flores”, momentos da movimentação religiosa no Magano, na Avenida Santo Antônio, na Catedral e na Praça Mestre Dominguinhos.

Blog de Roberto Almeida

10984153_1030035820349456_762025532963293771_n

 

Na foto: Prefeita de Capoeiras Neide Reino, de São Bento do Una Débora Almeida, Celina e o Prefeito de Caetés Armando Duarte .

MULTIDÃO RECEBE DOM PAULO EM CAPOEIRAS E CAETÉS

DSC00768

O novo bispo de Garanhuns deve ter tido uma boa impressão em seu primeiro contato com o povo de sua Diocese. Vindo do Sertão da Paraíba, Dom Paulo Jackson visitou Capoeiras, onde centenas de pessoas já o aguardavam na Matriz de São José. Primeiro o novo bispo foi recebido pelo pároco daquela terra, Monsenhor Geraldo, prefeita Neide Reino, os ex prefeitos Dudu, Zezinho Borrego, Carlos Batata e Aluizio Cabral. Também estavam na residência do padre e depois na igreja diversas autoridades locais. Acompanhada da Banda Musical Santa Cecília, de São Bento do Una, a comitiva seguiu em procissão para igreja, onde Dom Paulo subiu as escadarias e pisou pela primeira vez no principal templo de Capoeiras, sob uma intensa queima de fogos. Um tapete vermelho da entrada até o altar, a linda ornamentação da igreja e um frágil cordão de isolamento, davam o tom solene da cerimônia. Muito assediado pelos fiéis, que a todo instante pediam sua benção, beijando a sua mão, o bispo atendeu todos pacientemente. Aos pés do altar, se ajoelhou, e de cabeça baixa e olhos fechados rezou em silêncio.

DSC00774

Já no altar, de frente para o povo, Monsenhor Geraldo fez as honras da casa, dando as boas vindas ao religioso em nome do povo de Capoeiras. Disse que sabia que a visita de hoje foi a primeira de muitas, e destacou que Capoeiras é uma terra de um povo muito religioso, que inclusive já “deu” para Igreja Católica vários padres e freiras. Em seguida Monsenhor Geraldo ofereceu ao líder da Igreja no Agreste Meridional uma estátua de São José feita em madeira.

Dom Paulo Jackson agradeceu o presente e o beijou, depois recolocou no altar, confessando estar muito feliz com a acolhida dos fiéis, principalmente por ser nascido em São José de Espinharas, no Estado da Paraíba, sendo devoto do santo desde a sua juventude. Disse também que ficou mais contente ainda quando soube que a sua primeira visita seria numa paróquia de São José. Agradeceu ao seu colega, bispo de Patos, Dom Eraldo, a quem chamou de pai, aos padres presentes e ao povo de Capoeiras.

Na recepção a Dom Paulo o bispo Dom Eraldo foi agraciado com uma placa de agradecimento em nome da paróquia de Capoeiras, que foi entregue pelo Monsenhor Geraldo. Um ramalhete de rosas também foi entregue pela “salmista” Alexandra Soares, ofertado ao bispo paraibano pelo Padre Edson Viana, filho de Capoeiras, mas que atualmente exerce seu sacerdócio em Santa Catarina.

DSC00792

Ao final da solenidade os religiosos receberam os cumprimentos das autoridades locais e do povo em geral. De Capoeiras a comitiva saiu em carreata para Caetés, onde o pároco local, Padre Lourenço, prefeito Armando Duarte, outras autoridades e um grande número de pessoas já aguardava.  Naquela cidade, Dom Paulo falou ao ar livre, pois a Matriz de São Caetano está em reforma. O novo bispo demonstrou humildade ao dizer que estava iniciando uma nova fase em sua vida, que o povo da Diocese era quem iria lhe ensinar a ser bispo. Depois da rápida visita a comitiva reforçada pelo povo de Caetés e Capoeiras seguiu para Garanhuns, onde uma multidão esperava na Praça Mestre Domiguinhos para cerimônia de posse.

Texto e fotos: Junior Almeida.

 

Leia mais

Vereadores denunciam irregularidades na folha de pagamento da prefeitura de São Bento do Una/PE

DENUNCIAS DENUNCIAS02

Após levantamento realizado na Folha de Pagamentos da Prefeitura Municipal de São Bento do Una/PE, os vereadores que fazem oposição, constataram várias irregularidades, que configuram ato de Improbidade Administrativa da atual Prefeita Débora Almeida.

Segundo o levantamento, foi possível observar a realização de contratos que ferem a Constituição Federal e todos os princípios da Administração Pública como: Legalidade, Moralidade, Impessoalidade etc.

Foi possível observar várias irregularidades, como funcionário que é PEDREIRO, ser contratado como MÉDICO e MÉDICO PLANTONISTA e chegar a receber R$ 26.888,00 ( Vinte e seis mil oitocentos e oitenta reais ).

Também foi visto que funcionários que são GARIS, foram contratados novamente como GARIS e PROFESSOR, passando a ter três vínculos empregatícios com a prefeitura, chegando a receber R$ 6.864,95 ( Seis mil oitocentos e sessenta e quatro reais e noventa e cinco centavos ).

Preocupados com esta situação, os vereadores resolveram denunciar o caso ao Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas de Pernambuco para que sejam apurados estes fatos e o verdadeiro destino dos Recursos Públicos e levar ao conhecimento público pois, fatos assim, levantam a dúvida sobre a HONESTIDADE da administração.

É lamentável o desperdício de dinheiro que ocorre em nosso município pois, deixam de ser investidos em obras que beneficiem a população de modo coletivo.

Talvez essas atitudes sejam um dos motivos que levam São Bento do Una/PE a possuir tantas obras inacabadas e abandonadas e viver um retrocesso administrativo jamais visto, deixando o município PIOR A CADA DIA.

Vereadores: Léo da Ação Social, Fátima Queiroz, Nilton da Rádio, Cícera da Rua Nova e Teminha

Oposição SBU

Leia mais