Connect with us
http://jardimdoagreste.com.br/wp-content/uploads/2018/07/728x140.png

Notícias

Saindo de Caetés PE caravana percorrerá seis estados para denunciar a volta da fome no Brasil Organizações alertam que o número de pessoas em insegurança alimentar grave cresceu nos últimos anos

Published

on

Movimentos populares, sindicatos e entidades da sociedade civil vão fazer uma caravana pelo interior do país para descrever um cenário de alerta: a fome voltou a assombrar a nação. O número de brasileiros que passam fome cresceu.

A iniciativa de apurar, com uma caravana, o crescimento do número de pessoas que passam fome no país foi idealizada pela Articulação do Semiárido (ASA) e começa no interior de Pernambuco, em Caetés, no dia 27 de julho.

A caravana vai colher relatos para ilustrar este processo, que vai na contramão de compromissos que o país assumiu com a Organização das Nações Unidas (ONU) — entre eles, a segurança alimentar, uma das metas da Agenda 2030, e a redução da fome e da pobreza, um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio que o país atingiu em 2015.

Este ano, o governo brasileiro, novamente, não vai apresentar o relatório de acompanhamento das metas de desenvolvimento sustentável para 2030. A publicação dos dados é voluntária. Mas o grupo de trabalho de organizações sociedade civil que investiga o cumprimento destes objetivos vai divulgar um novo relatório no final de julho.

De acordo com o pesquisador Francisco Menezes, integrante da ActionAid e do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), o relatório deve indicar o agravamento do que as entidades já haviam constatado em 2017: de que haviam indícios que o país pode voltar ao Mapa da Fome da ONU.

O país saiu da lista da fome em 2014, quando foram divulgados os índices mais recentes da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA), pesquisa realizada a cada cinco anos. Os dados mostravam que, em 2013, cerca de 3,2% da população, aproximadamente 3 milhões de domicílios, viviam em situação de insegurança alimentar grave — índice mais baixo que o Brasil o país atingiu.

A queda representou 28,8% em relação a 2009, quando 5% da população brasileira vivia em situação de intensa privação de alimentos.

Embora a previsão de divulgação da próxima pesquisa seja em dezembro deste ano, Menezes afirma que já há indícios de que a situação do país se agravou e que o país se distancia das metas assumidas internacionalmente.

Desemprego 

O pesquisador pontua que cortes nos programas sociais, a adoção de políticas neoliberais e, sobretudo, o desemprego e a precarização do trabalho levaram a este cenário.

Nos últimos três anos, a tendência de queda da pobreza no país se reverteu. Em 2017, o número de pessoas que estavam em extrema pobreza chegou aos mesmos parâmetros de 2005.

“É uma velocidade muito rápida desse empobrecimento ao extremo. E, nestes mesmos três anos, voltamos a oito anos atrás no número de pessoas abaixo da linha da pobreza”, afirma.

As organizações se baseiam nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para fazer o alerta.

“Quando aplicamos um critério de verificar as pessoas que estão em situação de pobreza e as pessoas que estão em situação de extrema pobreza, nós vemos que os índices de desemprego gerais do país, que já são muitos elevados, se multiplicam para a população mais pobre”, explica o pesquisador.

“Há uma grande correlação entre a extrema pobreza e a situação de fome. Ou seja, aqueles que estão em extrema pobreza estão, geralmente, vivendo a situação de fome. Então, quando se tem um quadro em que voltou 12 anos atrás, considerando os dados de 2017 sobre a extrema pobreza, tudo leva a crer que um contingente grande de pessoas voltou a essa situação de insegurança alimentar grave porque não tem condição de garantir a alimentação.”

Mapa

A nutricionista Patrícia Jaime, professora da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), analisa que a saída do Brasil do Mapa da Fome também está relacionada processo ao fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e à redução da mortalidade infantil.

Mas, após 13 anos de queda consecutiva, a taxa de mortes de crianças antes de completar um ano de vida cresceu 11% entre 2016 e 2017. Já o percentual de crianças menores de cinco anos desnutridas aumentou de 12,6% para 13,1% no período. Segundo ela, este é um alerta vermelho.

“Quando a gente falava da agenda do objetivo do milênio, a gente estava ainda falando em mortalidade, fome e parecia que a gente iria qualificar essa agenda em uma perspectiva mais qualitativa, da qualidade do alimento, do alimento seguro, saudável, sustentável, com fomento à agricultura familiar de base agroecológica. Ou seja, uma agenda mais avançada. E a inflexão dos programas colocam em risco questões estruturais básicas de acesso e disponibilidade de alimentos e renda”, pondera Patrícia.

Já o coordenador da ASA na Bahia, Naidison Baptista, destaca o desestímulo à agricultura familiar e circuitos de comercialização e compras públicas, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

“De um lado, o governo não paga os serviços prestados pelas organizações sociais, então há um déficit muito grande em relação aos serviços prestados pelas organizações sociais. E, de outro, não abre novas chamadas de assistência técnica. Então, o acompanhamento às famílias no processo de produção de alimentos e de geração de renda fica prejudicado”, diz.

Segundo Baptista, a caravana pelo interior do país, organizada pela ASA e outras entidades que compõem a Frente Brasil Popular, é um processo de mobilização social para apontar perspectivas de solução destes problemas.

“O interessante neste processo da caravana é que ele está sendo encabeçado pelos próprios agricultores. Em Feira de Santana [Bahia], por exemplo, os agricultores vão tirar alimentos da sua produção para a alimentação da caravana, quando ela passar por aqui; a universidade está disposta a ceder o auditório para receber um ato público. Então, estamos construindo o ato envolvendo diversos atores sociais”, afirma o integrante da ASA.

Além de Pernambuco, a previsão é que o grupo passe pelos estados da Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.  CONFIRA O VÍDEO A BAIXO

https://youtu.be/kcm9FVeJIVY

Brasil de Fato

Comments

comments

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Paulo Câmara garante repasse de R$ 82 milhões para a Adutora do Agreste Liberação foi anunciada durante reunião, nesta quarta-feira, com o ministro Gustavo Canuto

Published

on

BRASÍLIA – As obras da Adutora do Agreste receberam um importante reforço nesta quarta-feira (20/02). O governador Paulo Câmara garantiu o repasse de R$ 82 milhões do Governo Federal para a intervenção, durante audiência com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, na Esplanada dos Ministérios. Com a liberação, o Governo de Pernambuco reforçará o trabalho para a ampliação do número de beneficiados pela adutora, que já leva as águas do Eixo Leste do Projeto São Francisco para quase 400 mil pessoas da região.

“Essa liberação, que está sendo creditada hoje, é uma notícia importante. Já estamos levando água da Adutora do Agreste até Belo Jardim e esperamos,  até o final de março, que toda a primeira etapa (até São Caetano) seja concluída e tenhamos condições de abastecer 22 municípios do Agreste pernambucano. E a nossa ideia é, na sequência, trabalhar para garantir recursos para o abastecimento dos quarenta municípios que precisam dessa água complementada na região”, afirmou Paulo Câmara.

A liberação desses R$ 82 milhões se soma a outros R$ 68 milhões aportados no segundo semestre do ano passado, totalizando R$ 150 milhões (do Orçamento Geral da União de 2018) investidos na Adutora do Agreste.

O governador Paulo Câmara aproveitou a audiência para tratar com Gustavo Canuto de outros temas ligados à pasta, a exemplo da continuidade das obras dos BRTs na Região Metropolitana do Recife (RMR) e a construção de habitacionais. O ministro encaminhou as demandas às áreas responsáveis. O Governo de Pernambuco, por meio das secretarias e órgãos que dialogam com essas intervenções, vai fazer o acompanhamento do andamento dessas ações.

Também participaram da reunião com o ministro os secretários de Desenvolvimento Urbano, Marcelo Bruto; de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista; o chefe da Assessoria Especial, Antonio Carlos Figueira; e o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

TV SBUNA

Comments

comments

Continue Reading

Arcoverde

Confira as 60 vagas de emprego disponíveis nesta quinta-feira (21) Oportunidades são para Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Bezerros, Arcoverde e Garanhuns.

Published

on

As Agências do Trabalho estão com vagas de emprego abertas para esta quinta-feira (21) em Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Bezerros, Arcoverde e Garanhuns. No total, são 60 oportunidades.

Em Caruaru, os interessados podem se dirigir até a Rua Padre Antônio Tomáz, número 127, no Bairro Maurício de Nassau. O atendimento é das 7h às 13h. O telefone para contato da Agência do Trabalho é o (81) 3719-9480.

Nos demais municípios, os candidatos precisam comparecer à unidade mais próxima da Agência do Trabalho ou acessar o site do Ministério do Trabalho.

Confira as vagas disponíveis:

Arcoverde 
Alinhador de pneus – 1
Almoxarife – 1
Borracheiro – 1
Enfermeiro do trabalho – 1
Gerente administrativo – 1
Montador de móveis de madeira – 2
Vendedor em comércio atacadista – 8
Mecânico de manutenção de caminhão a diesel – 1

Bezerros 
Assistente de vendas – 1
Vendedor em comércio atacadista – 1

Santa Cruz do Capibaribe
Auxiliar administrativo – 1
Consultor de vendas – 1
Costureiro, a máquina na confecção em série – 11
Cozinheiro geral – 2
Estoquista – 1
Garçom – 2
Operador de cad (copista) – 1
Supervisor de vendas comercial – 1

Caruaru 
Confeiteiro – 1
Analista de logística – 1
Assistente administrativo – 1
Assistente de logística de transporte – 1
Cozinheiro geral – 1
Gerente de hotel – 1
Impressor flexográfico – 1
Mecânico de auto em geral – 1
Vendedor de consórcio – 2
Vendedor pracista – 1
Mecânico de refrigeração – 1
Montador de automóveis – 1

Garanhuns
Montador de móveis de madeira – 1
Técnico de manutenção industrial – 1

Vagas para pessoas com deficiência
Arcoverde 

Atendente de farmácia (balconista) – 1
Auxiliar de estoque – 1
Técnico de enfermagem – 1

Caruaru 
Ajudante de obras – 1
Recepcionista atendente – 1
Auxiliar administrativo – 1

G1 Caruaru

Comments

comments

Continue Reading

Arcoverde

Confira as 52 vagas de emprego disponíveis nesta quarta-feira (20) Oportunidades são para Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Bezerros, Arcoverde e Garanhuns.

Published

on

As Agências do Trabalho estão com vagas de emprego abertas para esta quarta-feira (20) em Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Bezerros, Arcoverde e Garanhuns. No total, são 52 oportunidades.

Em Caruaru, os interessados podem se dirigir até a Rua Padre Antônio Tomáz, número 127, no Bairro Maurício de Nassau. O atendimento é das 7h às 13h. O telefone para contato da Agência do Trabalho é o (81) 3719-9480.

Nos demais municípios, os candidatos precisam comparecer à unidade mais próxima da Agência do Trabalho ou acessar o site do Ministério do Trabalho.

Confira as vagas disponíveis:

Arcoverde
Alinhador de pneus – 1
Borracheiro – 1
Enfermeiro do trabalho – 1
Mecânico de manutenção de caminhão a diesel – 1

Bezerros
Assistente de vendas – 1

Santa Cruz do Capibaribe
Auxiliar administrativo – 1
Consultor de vendas – 1
Costureiro, a máquina na confecção em série – 14
Cozinheiro geral – 2
Estoquista – 1
Garçom – 2
Operador de cad (copista) – 1
Pizzaiolo – 1
Serralheiro – 2
Vendedor pracista – 1
Supervisor de vendas comercial – 1

Caruaru 
Colchoeiro (confecção de colchões) – 2
Confeiteiro – 1
Analista de logística – 1
Assistente administrativo – 1
Auxiliar administrativo – 1
Impressor flexográfico – 1
Vendedor de consórcio – 2
Vendedor pracista – 1
Mecânico de refrigeração – 1
Montador de automóveis – 1

Garanhuns
Montador de móveis de madeira – 1

Vagas para pessoas com deficiência
Arcoverde 

Atendente de farmácia (balconista) – 1
Auxiliar de estoque – 1
Vendedor interno – 2
Técnico de enfermagem – 1

Caruaru 
Ajudante de obras – 1

G1 Caruaru

Comments

comments

Continue Reading

Trending

Copyright © 2019 Jrardim do Agreste