Connect with us
http://jardimdoagreste.com.br/wp-content/uploads/2018/07/728x140.png

Avicultura

Feira da Avicultura do Nordeste movimenta R$22 milhões em São Bento do Una Cerca de 50 empresas participaram. O valor é resultado de uma pesquisa feita pelo Sebrae junto às empresas presentes no evento.

Published

on

Durante a Feira da Avicultura do Nordeste, realizada em São Bento do Una (PE) no início de agosto, cerca de 50 empresas geraram R$22 milhões em negócios. O valor é resultado de uma pesquisa feita pelo Sebrae junto às empresas presentes no evento.

Realizada pela Prefeitura de São Bento do Una, essa foi a terceira edição da Feira, que quadruplicou de tamanho desde sua primeira edição, em 2016. São Bento do Una é conhecido como a Capital do Ovo do Nordeste, onde se produz cerca de 50 ovos por segundo.

O município está situado no Agreste Pernambucano, que concentra 60% da produção de ovos e 50% da produção de frangos do estado. Estimativas baseadas no PIB da avicultura do estado apontam que, apenas a produção de ovos do Agreste Pernambucano movimenta hoje cerca de R$690 milhões por ano.

Nesse cenário, o volume de recursos gerados em negócios em cada dia da Feira da Avicultura do Nordeste corresponde a 4 vezes o valor do PIB diário da produção de ovos do Agreste Pernambucano.

AVIPE (Associação Avícola de Pernambuco), que foi uma importante parceira da Prefeitura na idealização da Feira, desde a sua primeira edição, acredita que o evento tem potencial para continuar crescendo.

“Essa é uma iniciativa que aproxima os produtores da região do que há de mais atual no mercado avícola no que diz respeito a equipamentos, insumos e genética”, destaca Edival Veras, Diretor Administrativo da AVIPE. A Associação contou com um estande na Feira, onde divulgou materiais institucionais e de promoção das qualidades do ovo.

Uma das empresas com estande na Feira da Avicultura do Nordeste foi a SAG Software Agroindustrial, presente pela segunda vez no evento. “Conseguimos aumentar o nosso volume de interação com os avicultores em mais de 70%”, salienta o diretor comercial da SAG, Alécio Grezelle.

A abordagem da empresa junto ao público do evento foi o conceito da avicultura 4.0. “As granjas que mais crescem no Brasil estão investindo constantemente em tecnologias, sensores, maneiras de gerar mais eficiência operacional a partir da digitalização 100% dos processos e controles”, explica Grezelle. Segundo ele, a SAG já reservou um estande para 2019.

EPM Embalagens de Polpa Moldada também comemora os resultados da Feira, onde aproveitou para lançar tampa para ovos e bandeja de 15 unidades. “Durante os três dias do evento tivemos o privilégio de receber quase todos os avicultores locais”, explica Vera Trindade, consultora de vendas da empresa.

EPE Produtos Agropecuários, que participa da Feira desde a primeira edição, recebeu cerca de 200 pessoas em seu estande. “Pudemos receber amigos e clientes, apresentar novos produtos e fortalecer as parcerias existentes, além de conquistar novos negócios”, destaca Edival Veras, sócio proprietário da empresa.

Consolidação da Feira

Prefeita Débora durante a abertura da Feira da Avicultura do Nordeste, em São Bento do Una (PE)

Prefeita Débora, durante a abertura oficial da Feira da Avicultura do Nordeste, em São Bento do Una (PE)

Os resultados também são comemorados pela Prefeitura de São Bento do Una. Em seu discurso na abertura da Feira, a prefeita Débora Almeida destacou que as expectativas projetadas para 2020 em termos de organização foram superadas já em 2018.

Ela também chamou a atenção para o potencial da avicultura do Agreste, que trabalha com condições ambientais adversas, principalmente pela escassez de água. Para a prefeita, a consolidação da Feira é muita importante para o fortalecimento da atividade avícola, que é o principal pilar econômico não só da cidade, como da região e do estado.

O evento contou ainda com palestras técnicas sobre Bronquite Infecciosa, Impactos das Condenações Sanitárias no Frigorífico, Tendências e Perspectivas do Mercado de Ovos Especiais, Desenvolvimento da Ave do Futuro e Nenhum Problema Resiste a uma Abordagem Sistemática. As palestras foram viabilizadas com o apoio das empresas Ceva Saúde AnimalNovogen e EPM Embalagens.

Representando o IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária), a médica veterinária Izabella Hergot, abordou o tema Biosseguridade. Ela destacou o papel da avicultura na economia brasileira e a importância de os produtores adotarem medidas de biosseguridade para a manutenção da sanidade do plantel avícola nacional.

Avicultura.info

Comments

comments

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avicultura

Avicultura: O ovo em dois jornais da Globo no mesmo dia No jornal Hoje e no Jornal Nacional, duas boas reportagens destacaram o aumento do consumo de ovos no Brasil e a rastreabilidade do produto em Pernambuco.

Published

on

O ovo foi destaque duas vezes nos jornais da Rede Globo no sábado. Primeiro no jornal Hoje, no período da tarde, e no horário nobre, no Jornal Nacional.

No jornal vespertino da Globo, tradicionalmente mais leve, a pauta tratou o ovo como o “filho pródigo”, como se algum dia ele tivesse deixado de frequentar a mesa do brasileiro.

Na reportagem Ovo volta com tudo ao cardápio do brasileiro, a jornalista Elaine Bast fala sobre os carros de ovos nas ruas, que vendem o produto a preços promocionais; entrevista donas de casa para mostrar que são elas que entendem do assunto; mostra a variedade de tipos de ovos nos supermercados – entre eles os caipiras e orgânicos – e ouve especialistas falando sobre o bem-estar animal, as proezas dos benefícios dos ovos e o aumento da produção e do consumo pelos brasileiros.

São respeitáveis 2 minutos e 35 segundos, o que para a TV é um tempo considerável… Para o ovo, é um sinal de respeito, apesar das confusões que ainda se faz com os conceitos de cor da gema associados aos ovos caipiras e tipos de produção e qualidade do ovo.

À noite, no horário nobre, a reportagem do Jornal Nacional destacou a regulamentação da rastreabilidade dos ovos instituída em Pernambuco, agora em janeiro, e a importância que os ovos carimbados têm para a segurança alimentar e o respeito ao consumidor.

Na reportagem Data de produção e origem têm que vir carimbadas nas cascas dos ovos em Pernambuco, a jornalista Beatriz Castro, da Globo, mostra a recente resolução do governo pernambucano de instituir a data de produção e origem diretamente no produto, mostra como isso funciona e entrevista o produtor Fernando Vilela, da Granja Vilela, em São Bento do Una, no agreste pernambucano, onde está localizada a maior produção de ovos do Nordeste.

Veja reportagem sobre o assunto neste site: Pernambuco regulamenta a rastreabilidade do ovo.

Para quem é assinante do Globoplay, os links para assistir às reportagens são:

JORNAL HOJE: Ovo volta com tudo ao cardápio do brasileiro

Ovo volta com tudo ao cardápio do brasileiro

Ovo volta com tudo ao cardápio do brasileiroACESSE: http://jardimdoagreste.com.br/

Posted by Blog Jardim do Agreste on Saturday, February 16, 2019

JORNAL NACIONAL: Data de produção e origem têm que vir carimbadas nas cascas dos ovos em Pernambuco

Data de produção e origem têm que vir carimbadas nas cascas dos ovos em Pernambuco

Data de produção e origem têm que vir carimbadas nas cascas dos ovos em PernambucoACESSE: http://jardimdoagreste.com.br/2019/02/19/avicultura-o-ovo-em-dois-jornais-da-globo-no-mesmo-dia/

Posted by Blog Jardim do Agreste on Tuesday, February 19, 2019

(A Hora do Ovo. Imagens: Reprodução Rede Globo)

 

Comments

comments

Continue Reading

Avicultura

Cortes de frango Perdigão são recolhidos por risco de Salmonella Saiba como identificar e o que fazer caso tenha comprado produtos que possam estar contaminados

Published

on

A BRF, companhia de alimentos detentora da marca Perdigão, divulgou um comunicado oficial nesta quarta-feira (13) relatando o recolhimento de alguns lotes de produtos que podem estar com a presença da bactéria Salmonella enteritidis. Todos os produtos que estão em recall são da Perdigão.

Toneladas de cortes e miúdos de frango in natura têm possibilidade de estarem contaminadas. Tais produtos já estão sendo retirados de mercados, porém, a empresa solicita que consumidores verifiquem as embalagens.

Como identificar se seu produto pode estar contaminado

Os produtos que têm risco de estarem contaminados são:

  • Cortes Congelados de Frango – Coxas e Sobrecoxas sem osso
  • Cortes Congelados de Frango – Meio peito sem osso e sem pele
  • Cortes Congelados de Frango – Filezinho (Sassami)
  • Miúdos Congelados de Frango – Coração
  • Cortes Congelados de Frango – Filé de peito
Tabela divulgada pela Perdigão sobre possíveis produtos contaminados - Imagem: Perdigão
Tabela divulgada pela Perdigão sobre possíveis produtos contaminados – Imagem: Perdigão

No comunicado, a empresa destaca: “Caso esses alimentos não sejam completamente fritos, cozidos, assados ou manuseados conforme descrito nas embalagens, a Salmonella enteritidis representa risco à saúde, podendo causar infecção gastrointestinal, cujos sintomas mais comuns são: dores abdominais, diarreia, febre e vômito”.

Todos produtos com risco de contaminação foram produzidos na fábrica de Dourados, no Mato Grosso do Sul, entre 30 outubro e 12 de novembro de 2018. Por isso, confira a data de validade do produto que tiver em casa, que é de 1 ano contado a partir da data de fabricação. Portanto, a marca orienta para que o consumidor confira com atenção o “nome, peso, marca, data de fabricação e origem dos produtos na embalagem”.

Caso você identifique um produto com as características acima, entre em contato pelo telefone 0800-0311315 ou pelo endereço de e-mail recolhimento.sac@brf-br.com.

Minha vida.com

Comments

comments

Continue Reading

Avicultura

Projeto para avicultores pretende estimular o crescimento de granjas de São Bento do Una Várias palestra irão ser ministradas para avicultores do maior produtor do Norte e Nordeste

Published

on

Na próxima terça-feira (12) o projeto Avicultura de São Bento do Una (PE) irá ofertar várias palestras e capacitação para os avicultores do município.

A ideia é ajudar os produtores a vencer as dificuldades causadas pela seca e a crise econômica para assim os avicultores poderem organizar e estimular o crescimento das granjas.

O evento acontecerá na Câmara de Vereadores e iniciará às 13h, as inscrições são gratuitas e serão feiras no local.

Confira a programação!

PROGRAMAÇÃO
13:00h – Inscrições (gratuitas)
13:30h – Edival Veras (vice-presidente da AVIPE) – Assunto: Como Produzir em Período de Crise?
14:00h – Glenda Holanda – ADAGRO – Assunto: Decreto
14:30h – Janaira Magalhães – ADAGRO – Assunto: Registro de Granjas comerciais: Corte e Postura
15:00h – Antônio Teles ADAGRO – Assunto: Registro de Estabelecimentos e Produtos
15:30h – Empresa Vídeojet – Assunto: Apresentação de máquina codificadora
16:00h – Empresa Lucena Representações / ZooVet – Assunto: Apresentação de máquina codificadora
16:30h – Empresa Dominó – Assunto: Apresentação de máquina codificadora
17:00h – Empresa Tesla – Assunto: Apresentação de máquina codificadora

TV SBUNA

Comments

comments

Continue Reading

Trending

Copyright © 2019 Jrardim do Agreste