Home > AgroNegócios > Polícia apreende 14 toneladas de queijo coalho durante operação no Recife

Polícia apreende 14 toneladas de queijo coalho durante operação no Recife Investigadores apontam que rótulos eram falsificados e validades, adulteradas. Mercadoria seria vendida no Mercado de Afogados.

Uma operação da Polícia Civil apreendeu 14 toneladas de queijo coalho impróprio para o consumo durante uma operação no Recife, na manhã desta terça-feira (18). Os queijos, que não respeitavam as normas sanitárias, foram aprendidos durante a Operação Zero Lactose, durante entrega no Mercado de Afogados, na Zona Sul da cidade. (Veja vídeo abaixo)

Operação apreende 14 toneladas de queijo coalho

Operação apreende 14 toneladas de queijo coalho. Mais informações acesse: http://jardimdoagreste.com.br/2018/09/18/policia-apreende-14-toneladas-de-queijo-coalho-durante-operacao-no-recife/

Publicado por Blog Jardim do Agreste em Terça-feira, 18 de setembro de 2018

Os produtos foram localizados em 16 veículos, que realizavam transporte irregular, segundo os policiais. Parte dos caminhões era refrigerada, mas havia queijo transportado em carro particular.

Os fiscais da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) apontaram que os queijos estavam com embalagens falsificadas, que imitavam rótulos de marcas regularizadas, e com as datas de validade adulteradas.

Equipes fiscalizam queijo coalho que seria vendido no Mercado de Afogados, no Recife, nesta terça-feira (18) — Foto: Paulo César/Polícia Civil

Equipes fiscalizam queijo coalho que seria vendido no Mercado de Afogados, no Recife, nesta terça-feira (18) — Foto: Paulo César/Polícia Civil

Além disso, a agência divulgou um balanço diferente do informado pela Polícia Civil de Pernambuco, totalizando 11 toneladas de produtos apreendidos. A Adagro também informou que, na primeira quinzena deste mês, 64 mil embalagens falsificadas foram apreendidas.

Entre os queijos apreendidos, havia produtos sem embalagem alguma, enquanto outra parte estava sem as condições necessárias para a segurança do consumidor, como a embalagem sem ser a vácuo e informações sobre validade.

A ação foi coordenada pelo delegado Antônio Guerra, titular da Delegacia de Crimes Contra a Propriedade Imaterial. Foram três meses de investigação. Segundo ele, os responsáveis pelos produtos vão responder por vários crimes. “Eles cometeram infrações tributárias e, sobretudo, contra a saúde pública”, afirmou Guerra. (Veja vídeo abaixo)

Operação da Polícia Civil apreende 14 toneladas de queijo coalho

Operação da Polícia Civil apreende 14 toneladas de queijo coalho. Mais informações acesse: http://jardimdoagreste.com.br/2018/09/18/policia-apreende-14-toneladas-de-queijo-coalho-durante-operacao-no-recife/

Publicado por Blog Jardim do Agreste em Terça-feira, 18 de setembro de 2018

Os carros com as mercadorias foram encaminhados para a sede da Adagro, que fica localizada no Parque de Exposição de Animais, no Cordeiro, bairro da Zona Oeste do Recife.

No local, os donos dos veículos foram ouvidos por fiscais da agência e policiais. Cinco deles pediram para se regularizar, enquanto outros afirmaram confiar na qualidade dos produtos que revendiam. Alguns revendedores informaram que compram queijo no mesmo fornecedor há dez anos.

O presidente do Sindicato dos Produtores de Leite de Pernambuco, Saulo Malta, disse que os consumidores devem comprar queijos e pedir a nota fiscal. “É uma forma de saber que os produtos passaram pela fiscalização da Adagro”, afirmou.

Embalagens falsificadas foram apreendidas pela polícia durante operação de combate a venda de queijo coalho irregular, no Recife — Foto: Paulo César/Polícia Civil

Embalagens falsificadas foram apreendidas pela polícia durante operação de combate a venda de queijo coalho irregular, no Recife — Foto: Paulo César/Polícia Civil – G1

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *