Connect with us
http://jardimdoagreste.com.br/wp-content/uploads/2018/07/728x140.png

Belo Jardim

Caravana itinerante do TJPE passa por Belo Jardim e estimula conciliação Além dos serviços da justiça, em parceria com a prefeitura foi oferecido serviços cadastramento de bolsa família, emissão de carteira de trabalho, agendar RG e serviços de saúde.

Publicado há

em

Belo Jardim recebeu nesta segunda (11) a caravana Justiça Itinerante: Conciliação, Cidadania e Acessibilidade, ação promovida pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) que tem a Terra de Músicos como o primeiro município contemplado com a ação. No momento, as equipes presentes resolverem conflitos e em, parceria com a Prefeitura, aproveitaram o espaço para realizar diversos outros serviços em prol da população.

A equipe da Secretaria de Saúde e Assistência Social esteve presentes na ação com estandes para atendimento. Entre os serviços oferecidos, os moradores puderam realizar o cadastramento de bolsa família, emitir carteira de trabalho, agendar RG, aferir pressão arterial, atualizar cartão de vacina, medir o índice glicêmico e ouvir palestras sobre inclusão social de portadores de deficiência física e violência contra a mulher.

Quem também fez questão de participar do evento foi o prefeito Hélio dos Terrenos, a primeira dama Sandra Silva e secretários de diversas pastas, que não apenas prestigiaram o momento, como também deram todo o apoio logístico para a ação pudesse ser realizada.

Nesta terça (12) Caravana da Conciliação estará na cidade de Pesqueira também no Agreste, e assim como em Belo Jardim, os moradores terão a oportunidade de resolver conflitos mediados pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Equipes vão orientar, promover encaminhamento jurídico e conduzir sessões de conciliação em uma unidade móvel, tudo acompanhado pelos juízes da comarca visitada.

De Pesqueira a caravana segue para o Sertão – Custódia dia (13) e Serra Talhada (14 e 15). Na semana seguinte, a unidade móvel estará nas cidades de Araripina (dia 18), Ouricuri (19), Parnamirim (20), Cabrobó (21) e Floresta (22).

“A estrutura do Judiciário vai exclusivamente para o interior para conciliar conflitos como questões de família ou cíveis. Ao promover a conciliação, o conflito acaba. Assim está se pacificando a sociedade. E pacificando a sociedade, temos menos crimes, menos pobreza, menos abandono de pais”, destaca o presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo. O lançamento ocorreu ontem de manhã, no Palácio da Justiça.

A caravana é realizada pelo Núcleo Permanente de Solução de Conflitos (Nupemec). “O ônibus já é usado em comunidades carentes do Recife e Região Metropolitana desde 2017. Será a primeira vez que a unidade móvel irá para o Sertão”, observa o coordenador do Nupemec, desembargador Erik Simões.

“A conciliação é a melhor forma de resolver um conflito. Por meio da caravana, há a chance de partes envolvidas num caso encontrarem a solução para o problema sem precisar da decisão da Justiça”, explica Erik. “Além da brevidade, outra vantagem é que quase não há recurso pois o acordo é construído em conjunto.”

ATENDIMENTO

Nas nove comarcas estão programadas 360 sessões de conciliação de processos previamente selecionados (40 em cada município). “As pessoas já foram intimadas. A unidade móvel tem três salas para realização das sessões, além do gabinete do juiz”, diz o coordenador do Nupemec. A Defensoria Pública Estadual irá acompanhar o trabalho.

Erik Simões informa que pode haver demanda espontânea. “Pessoas que têm processos em tramitação nessas cidades e que não foram convocadas podem comparecer, desde que as duas partes tenham interesse em promover a conciliação”, destaca. O mesmo vale para quem não ingressou ainda na Justiça. O ônibus ficará estacionado em frente aos fóruns.

Em Cabrobó, Serra Talhada e Araripina haverá também, em parceria com entidades públicas e privadas, ações de cidadania, como emissão de documentos e realização de exames de saúde.

Independentemente da caravana, Erik Simões diz que a intermediação é feita em todo o Estado, a qualquer momento, em 30 câmaras privadas de conciliação e em 20 unidades dos Centros Judiciários de Solução de Conflito e Cidadania.

Comments

comments

Click no comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Belo Jardim

Secretaria de Juventude apoia Torneio de Futebol em Belo Jardim Escolinha de Futebol da Esperança, o torneio será realizado no próximo domingo (26).

Publicado há

em

Seguindo a sua rotina de incentivar e apoiar as diversas práticas no âmbito da juventude, a Secretaria de Juventude e Trabalho de Belo Jardim (PE), está apoiando a prática do desporto, através do Torneio de Futebol oferecido pela Escolinha de Futebol da Esperança, que será realizado no próximo domingo (26).

 

O Secretário Neto Andrade, falou da importância de apoiar eventos onde a juventude belo-jardinense esteja inserida.

 

Comments

comments

Continue Lendo

Belo Jardim

Projeto do Campus capacita profissionais de creches em primeiros socorros Alunas do curso técnico em Enfermagem estão atuando nas creches públicas de Belo Jardim

Publicado há

em

Com o objetivo de orientar professores e cuidadores de creches sobre atendimento pré-hospitalar de urgência e emergência em pediatria, o projeto de extensão do IFPE Campus Belo Jardim “Primeiros Socorros Pediátricos” vem atuando em creches públicas da cidade de Belo Jardim.

Coordenado pelo professor Mirtson Reis e desenvolvido pelas alunas Larissa Santiago, Manielly Cordeiro, Franciele Lima e Yngrid Kalinne, todas do curso técnico em Enfermagem, o projeto vem atuando desde o mês de fevereiro e atende um público-alvo de mais de 80 profissionais de educação infantil.

Segundo Mirtson Reis, as creches municipais de Belo Jardim atendem um total de mais de 300 crianças entre zero e cinco anos, todas em tempo integral, e é de extrema importância que os professores e cuidadores estejam preparados para intervir em situações de risco a vida e saúde dos alunos em casos de pequenos acidentes. “Neste primeiros meses de projeto já tratamos das prevenções e cuidados contra queimaduras, engasgos, ferimentos e hemorragias, e o mais importante é que as profissionais de educação destas creches compraram a ideia do curso e estão participando ativamente, o que facilita ainda mais o processo de aprendizado”, conta o coordenador do projeto.

Os cursos são totalmente preparados e ministrados pelas estudantes extensionistas. Para Larissa Santiago, tão importante quanto o aprendizado que ela vem adquirindo ao realizar as pesquisas nos materiais mais atualizados da área para o preparo dessas aulas, é a percepção de que as profissionais de educação estão cada vez mais se sensibilizando sobre a importância de dominarem as técnicas apresentadas. “O ambiente de uma creche, com muitas crianças ainda frágeis, é sempre um ambiente com muita possibilidade de acidentes. Durante as aulas, muitas professoras já nos contaram que passaram por alguns dos problemas apresentados. É muito gratificante saber que estamos ajudando tantas pessoas”, relata a estudante.

A equipe do projeto “Primeiros Socorros Pediátricos” irá produzir, já nos próximos meses, um material ilustrado educativo com o conteúdo abordado nas aulas para ser distribuído nas demais escolas públicas da cidade.

Comments

comments

Continue Lendo

Belo Jardim

Moradores denunciam problema com obra da Compesa no São Pedro Segundo as denúncias, após obras de saneamento a rua foi deixada coberta de barro

Publicado há

em

Os moradores da rua Josefa Germano, no bairro São Pedro, procuraram a equipe do BJ1 para denunciar que após as obras de saneamento, que estão sendo realizadas pela Compesa, a rua foi coberta com barro. Nas chuvas da última segunda-feira (20/05) a rua ficou coberta com uma lama escorregadia, como denuncia o segurança Cláudio Roberto, que é morador da localidade.

“Qualquer sereninho que dá é um medo, porque faz com que seja uma agonia sair de casa”, destaca ele. Cláudio ainda informou que os moradores da rua já tentaram procurar a loja da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), porém foram informados que o problema não era mais de responsabilidade da Companhia.

O problema da lama teria começado na última segunda após as fortes chuvas que atingiram a região e o problema ainda foi agravado pela falta de calçamento na rua, segundo o denunciante. “Essa semana um carro de um vizinho meu atolou e foi uma agonia para tirar”, completa ele, que ainda relata o medo de quebrar o veículo e sair no prejuízo por causa da quantidade de lama.

BJ1 tentou entrar em contato com a Compesa, mas até o fechamento da matéria não obteve nenhuma resposta.

Bj1

Comments

comments

Continue Lendo

Leia Também

Copyright © 2019 Jrardim do Agreste