Connect with us
http://jardimdoagreste.com.br/wp-content/uploads/2018/07/728x140.png

Belo Jardim

Ex-prefeito de Belo Jardim é condenado a 37 anos de prisão por golpe no consignado dos servidores da prefeitura O processo de condenação do ex-prefeito saiu da primeira instância, na comarca de Belo Jardim, para a segunda instância da Justiça Estadual em Caruaru e está em análise pelo Ministério Público Estadual. João Mendonça é réu em 23  processos na Justiça.

Publicado há

em

João Mendonça se apropriou indevidamente dos empréstimos feitos por  servidores municipais
O ex-prefeito de Belo Jardim, João Mendonça (PSB), foi condenado pelo Juiz Douglas José da Silva, da comarca de Belo Jardim a 37 anos de prisão por apropriação indébita de valores descontados de servidores municipais  que fizeram empréstimo consignado. Seis funcionários da prefeitura de Belo Jardim fizeram o empréstimo consignado, a prefeitura fez o desconto no contracheque nos anos de 2003 e 2004 e o prefeito não repassou o dinheiro para o banco. Na sentença, o juiz Douglas José da Silva descreveu o crime como sendo “um esquema bem sofisticado de apropriação, uma vez que os servidores somente puderam perceber o crime depois de ficarem inadimplentes”.
Por esse crime, João Jatobá foi condenado a cumprir a pena de reclusão inicialmente em regime fechado e pagamento de multa de R$ 40 mil reais. A sentença relata que o ex-prefeito confessou que se apropriou dos valores do consignado e alegou que não houve repasse dos descontos em folha  em razão de contingência da Prefeitura. A justificativa dada pelo prefeito não convenceu a Justiça. O juiz entendeu que o ex-prefeito “agiu com dolo direto, deliberadamente, com intuito de apoderar-se de coisa alheia móvel, sem o consentimento dos proprietários, recebendo o bem em confiança, passando a agir como se fosse dono”.
O golpe dado pelo prefeito no empréstimo consignado de funcionários da prefeitura de Belo Jardim foi denunciado, na época, por um grupo de  vereadores, entre os quais José Lopes, Valdemir Cintra (hoje aliado de João). Dessa denúncia se originaram dois processos contra o ex-prefeito que tramitam na Justiça. Um deles é o que já tem condenação em primeira instância a 37 anos de prisão.
O processo de condenação do ex-prefeito saiu da primeira instância, na comarca de Belo Jardim, para a segunda instância da Justiça Estadual em Caruaru e está em análise pelo Ministério Público Estadual. João Mendonça é réu em 23  processos na Justiça.
Em 2016  foi condenado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) por improbidade administrativa, por ter emitido notas fiscais inidôneas, por ter realizado pagamentos de serviços não executados, por ter pago remuneração do vice-prefeito acima da previsão legal, por ter descumprido a lei de responsabilidade fiscal, por ter praticado superfaturamento em obras com pagamento de serviços não executados no projeto técnico e canalização do Burity e na recuperação de escolas da zona rural do município.
Por causa dessa condenação no STJ, João foi impedido pela Justiça Eleitoral de tentar  a reeleição em 2016, mas conseguiu registrar a candidatura por meio de liminar. Em 2017 teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que determinou nova eleição suplementar, vencida por Hélio dos Terrenos (PTB).
João também é alvo de novo processo na Justiça Estadual, em Belo Jardim, novamente  por ação de improbidade administrativa. Desta vez é acusado de não fazer o repasse integral da contribuição previdenciária, não pagar o piso mínimo dos professores e contratar servidores de forma irregular e precária. Em 2018,  o Ministério Público do Estado (MPPE) acatou representação do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO), com base em processos no Tribunal de Contas do Estado (TCE), contra o ex-prefeito. O MPPE pede, no processo, que João Mendonça seja condenado a ressarcimento integral do dano ao Patrimônio Público, ao pagamento de multa civil, a suspensão dos direitos políticos, perda da função pública exercida na época da prolação da decisão e à proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios fiscais ou creditícios. Este processo está tramitando na Comarca de Belo Jardim.
Blog do Silvinho

Comments

comments

Belo Jardim

20º Baile Municipal de Belo Jardim será neste sábado (15) na Cia do Lazer As atrações da noite são Orquestra Super Oara, Marreta é Massa, Grupo Bakanaê e Orquestra de Frevo

Publicado há

em

“Uma Noite em Veneza”, Belo Jardim no Agreste de Pernambuco se prepara para reviver toda a alegria e descontração da festa mais Brasileira, o carnaval, mantendo a tradição, incentivando a cultura carnavalesca e valorizando as festas dos antigos bailes de clubes, a Prefeitura municipal, através da Secretaria de Cultura, prepara para os amantes do carnaval, mais um Baile Municipal que acontecerá na Companhia do Lazer, localizada no quilômetro 3 da PE-180.

Será neste sábado dia 15 de fevereiro, o TRADICIONAL Baile Municipal de Belo Jardim, com sua 20ª Edição, esse ano como tema: “Uma Noite em Veneza”, o baile contará com uma programação diversificada e recheada de atrações artísticas.

Abrindo as festividades do 20º Baile Municipal, das 20 às 22h sobe ao palco a Mega Orquestra de Frevo Super Oara, em sequência o Grupo Bakanaê até às 00h, e finalizando com Marreta é Massa que encerrará a madrugada. Os pontos de vendas são: Bodega do Joka’s e Império Bijuterias. , para mais informações entre em contato através do telefone (081) 9 7330 -2745.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone (081) 9 7330 -2745.

Realização: Prefeitura municipal através da Secretaria de Cultura, Esporte, Eventos e Turismo.

Comments

comments

Continue Lendo

Belo Jardim

Maracatu no Agreste: Grupo Cultural Boi da Gente se apresenta neste domingo (16) O encontro entre a população e o bloco ocorre na Rua Joaquim Cordeiro Vanderlei, no bairro de São Pedro, a partir das 15h.

Publicado há

em

Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, entra em clima pré-carnavalesco com o Grupo Cultural Boi da Gente. O encontro entre a população e o bloco ocorre neste domingo (16), na Rua Joaquim Cordeiro Vanderlei, no bairro de São Pedro, a partir das 15h.

Da concentração, a festa ganha as ruas. O tradicional cortejo do grupo passa por algumas das principais praças da cidade, como a dos Motoristas, a do Padre Cícero e a Praça Jorge Aleixo da Cunha.

Assim como nas edições anteriores, esse ano o Boi da Gente traz uma temática: “A Arte de Resistir”. De acordo com um dos organizadores, Léo Lira, o tema de 2020 é mais uma forma de luta da classe artística diante do desmonte do setor cultural no Brasil.

“A escolha do tema vem dessa luta que os movimentos de cultura popular vem enfrentando, não só aqui na cidade, mas no país, com o fim do Ministério da Cultura e o fim das políticas de cultura. Diante de tantas questões, os artistas vêm lutando para sobreviver. Aqui na cidade nem se fala, o Boi da Gente é quem traz esse legado há tantos anos. A gente vem travando tantas lutas sem apoio dos órgãos competentes, mas vem resistindo dentro desse contexto”, explica Lira.

Além da temática, o grupo também homenageia uma personalidade da cidade. Esse ano, o homenageado é Severino José da Silva. Falecido desde 2013, Biu, como era conhecido na cidade, é um dos percussores da tradição carnavalesca do boi em Belo Jardim. Durante mais de 50 anos, Severino saia com o Boi de Biu pelas ruas do município, considerado pelos moradores como o menor bloco carnavalesco do mundo.

Segundo Léo Lira, o Boi da Gente é uma evolução do Boi de Biu, pois a história do grupo é muito semelhante a trajetória de resistência de Severino. “Homenagear Biu é isso, ele foi um artista, uma pessoa que fez o carnaval dele sozinho por anos e anos. Para gente, é muito importante trazer a memória dele nesse momento”, finaliza.

Para o artista plástico e também organizador do grupo, Adones Valença, de certa forma o Boi da Gente resgatou e reinventou o trabalho do Boi de Biu. Além do mais, ele ressalta a importância dessa homenagem, pela pessoa que Biu era e pelo o que ele representa no imaginário coletivo do município.

“Ele era para ser um patrimônio da cidade pelo trabalho que ele fez em manter a tradição do Carnaval. Nós tivemos vários eventos em que o Boi da Gente convidava o Boi de Biu para se apresentar, justamente por entender essa importância dele para a cidade e para a comunidade. Então, a homenagem a Biu é uma homenagem merecida”, completa.

Serviço

Concentração: Rua Joaquim Cordeiro Vanderlei, no bairro de São Pedro.
Data: 16/02
Horário: a partir das 15h.

História do Boi da Gente

O Boi da Gente é um grupo que começou suas atividades como um brinquedo popular em 2007 e sedimentou-se como um dos principais coletivos artísticos do Agreste de Pernambuco. Como uma gigante sombrinha de Frevo ou um palio enorme de Maracatu, o Boi da Gente abriga artistas, músicos, poetas, professores, universitários e inventores que se lançam no campo experimental das diversas linguagens da música, dança, teatro, moda, cinema e artes visuais.

No segundo semestre de 2019, o grupo ocupou uma casa localizada no Parque do Bambu. Desde então, artistas e coletivos vêm realizando atividades no ambiente para atender toda a população, mas principalmente a comunidade do Parque. Oficinas, teatro, shows, debates e até feiras de adoção de animais ocorrem no espaço.

Sobre o homenageado

O Boi de Biu é uma herança do pai de Severino José da Silva, que acabou dando continuidade ao protejo junto aos familiares e esposa. Durante mais de 50 anos, Biu, como era conhecido, saia no Carnaval pelas ruas de Belo Jardim tocando em seus instrumentos feitos de lata. Por muito tempo, o estandarte era produzido com estopa e saco de açúcar, e o boi com corpo de cavalete e cabeça de papel maché.

Os foliões que acompanhavam o “menor bloco do mundo” eram, em sua maioria, crianças que se divertiam com a presença de Biu, do boi e das burricas. Em 2013, Severino morreu aos 65 anos e desde então o Boi de Biu não sai mais pelas ruas da cidade.

Redes sociais: 

Facebook

Fotos: Arquivo do Boi da Gente

Comments

comments

Continue Lendo

Belo Jardim

Festa São Sebastião no distrito de Água Fria em Belo Jardim será neste final de semana Dias 15 e 16 de fevereiro, Shows com Jota Santos, Rose Mendes, Brunno Diferente e Forrozão, Sela de Aço.

Publicado há

em

A tradicional festa em homenagem a São Sebastião no distrito de Água Fria em Belo Jardim Agreste de Pernambuco acontecerá neste sábado e domingo, 15 e 16 de fevereiro, com shows de Jota Santos, Rose Mendes, Brunno Diferente e Frrozão e Sela de Aço.

 

Apoio: Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Eventos e os vereadores Euno Filho e Marcelino.

Programação dos Shows Sábado (15\02)

Jota Santos e Rose Mendes

 

Domingo (16\02)

Frrozão, Sela de Aço e Brunno Diferente

Comments

comments

Continue Lendo

Blog Associado

Blog Associado

ASSISTA AO VIVO O PROGRAMA:

Apresentação: Jota Lima

Blogs e Sites Parceiros

Blogs e Sites Parceiros

Blogs e Sites Parceiros

PARCEIROS

PARCEIROS

propagandagif-1024×765

propagandagif-1024×765

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Arquivos

Categorias

Leia Também

Copyright © 2019 Jrardim do Agreste