Anderson defende interiorização do desenvolvimento como medida de estímulo à competitividade

Anderson defende interiorização do desenvolvimento como medida de estímulo à competitividade

Foto: Divulgação

Durante ato realizado em uma casa de recepções na cidade de Carpina, na Mata Norte, o pré-candidato ao Governo de Pernambuco pelo Partido Liberal (PL), Anderson Ferreira, criticou o governador Paulo Câmara (PSB) por conduzir o estado à liderança nacional no ranking do desemprego e defendeu medidas voltadas à interiorização do desenvolvimento como meio de estímulo à atração de investimentos. Entre as alternativas, o ex-prefeito do Jaboatão dos Guararapes destacou o fim da prorrogação do Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (Feef).

“E esse cenário de desolação seria ainda pior se não fosse a atuação direta do Governo Federal, e o empenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro (PL), por meio do Auxílio Brasil. Isso porque, atualmente, é muito maior o número de pessoas que recebem o auxílio que as que contam com a carteira assinada em nosso estado. Então fica claro que o PSB de Paulo Câmara e Danilo Cabral se firma como símbolo do atraso e da falta de compromisso com as famílias pernambucanas”, disse Anderson.

A extinção do Feef é uma das propostas do plano de governo do liberal e que foi apresentada por meio de um projeto de lei encaminhado pela bancada do PL na Assembleia Legislativa (Alepe). “Um relatório do Banco Mundial aponta que Pernambuco se tornou o pior estado do país em competitividade durante os últimos oitos anos do governo Paulo Câmara. Isso significa que faltam estímulos para a atração de novos investimentos e, consequentemente, abertura de postos de trabalho”, concluiu Anderson Ferreira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.