SDA e IPA construirá laboratório de reprodução de bovinos, caprinos e ovinos em São Bento do Una

  • By Luiz Silva
  • 29 de julho de 2021
  • 0
  • 626 Visualizações

A Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) e o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) anunciaram a construção do Centro de Coleta e Processamento de Sêmen (CCPS) na Estação Experimental de São Bento do Una, localizado no interior do estado.

Com o objetivo de atender a demanda dos produtores rurais das principais bacias leiteiras do estado, o centro servirá como local de triagem, avaliação e seleção de tourinhos, principalmente do rebanho da raça holandesa. Para garantir maior produtividade e rentabilidade, o laboratório irá coletar, processar e difundir o material genético da espécie bovina e também de pequenos ruminantes (caprinos e ovinos). Os animais já terão uma genética adaptada às condições climáticas do agreste pernambucano.

O centro laboratorial já está com parte da estrutura construída. Foram realizadas as obras da primeira etapa, que consiste nas instalações externas, alojamento dos tourinos, quarentenário e sala externa de coleta, com valor de investimento estimado em R$ 60 mil. Restam a construção das salas da unidade laboratorial, que ainda estão aguardando a viabilização do recurso de R$ 100 mil, a construção da sala de processamento, armazenamento, recepção, vestiário e banheiro. Os equipamentos laboratoriais já foram adquiridos pelo IPA.

O CCPS é fruto de uma emenda impositiva do atual secretário de Desenvolvimento Agrário, Claudiano Martins Filho, em 2019, quando atuava como deputado estadual. “Fico muito satisfeito em ver o andamento do Centro. Esse foi um projeto nosso na Alepe, com o objetivo de atender a demanda dos nossos produtores. É muito importante para o nosso setor, aumentando a renda dos agricultores e expandindo nosso rebanho, gerando economia”, afirmou Claudiano.

Além da técnica de reprodução artificial, a estação experimental ampliará a área de treinamento para inseminadores, com cursos regulares para difundir o uso da tecnologia da inseminação artificial, a partir do sêmen de animais do rebanho do IPA. “Para o IPA, o centro é de extrema importância. Conseguiremos ampliar nosso trabalho com o produtor familiar, além do desenvolvimento rural e tecnológico de alto impacto para o nosso estado”, ressaltou o presidente do instituto, Kaio Maniçoba. O centro irá atender a todos os padrões normativos do Ministério da Agricultura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.