Cantor e compositor Erisson Porto grava show inspirado em cantadores e poetas da literatura de cordel, em Caruaru


O cantor e compositor Erisson Porto gravou o show do álbum “DiVersos”, que foi inspirado nos cantadores e poetas da literatura de cordel em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A apresentação foi gravada com recursos da Lei Aldir Blanc.

O show será divulgado nas plataformas audiovisuais a partir de março. O “DiVersos” foi lançado em setembro de 2020 e conta com dez faixas. “Em ‘Orgulho da Nossa Terra’, há a participação de Xangai e Evanildo Quayada. A composição partiu de um cordel de Bira Barros e usa a música ‘A Feira de Caruaru’ de forma incidental (música de cena ou de fundo a serviço de alguma outra manifestação artística)”, conforme informou a assessoria de imprensa.

O Maestro Mozart Vieira é um dos músicos participantes do projeto. “Esse é um trabalho de pesquisa em que cada faixa foi feita com muito carinho e dedicação. Com intenção de mostrar as possibilidades musicais que a poesia nos permite, bebi na fonte de grandes poetas e descobri a importância dos textos feitos em versos (rima, métrica, oração etc.)”, destacou Erisson.

Cantor e compositor Erisson Porto — Foto: Divulgação


O álbum foi idealizado antes da pandemia, que acelerou o processo de divulgação do trabalho nas plataformas digitais. “O ambiente digital tornou-se um campo muito grande para os artistas e para o público. Nesse novo cenário, o alcance da gente com as músicas aumentou, e agora com o incentivo da Lei Aldir Blanc estou fazendo a gravação em vídeos e levarei para o público um show ao vivo em formato de live”, explicou o cantor e compositor.

“DiVersos” pode ser ouvido gratuitamente em aplicativos de música e podcast. Quem quiser pode ter acesso também ao encarte do álbum, além de contribuir com incentivo artístico de Erisson Porto.

G1 Caruaru

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.