Caruaruense Tabosa de Almeida é reconhecido como patrono da interiorização da educação superior de PE


O caruaruense Adalberto Tabosa de Almeida foi reconhecido e oficializado, por meio de uma lei publicada no Diário Oficial da União, como patrono da interiorização da educação superior em Pernambuco.

Após visitar as Universidades de Harvard, nos Estados Unidos, e Sorbonne, na França, Tabosa idealizou e criou, de maneira pioneira, em 1959, as Faculdades de Direito e Odontologia de Caruaru, os primeiros cursos universitários do interior pernambucano.

“A educação superior hoje está presente na maioria dos municípios de Pernambuco e tudo se deve à iniciativa desbravadora do Dr. Tabosa de Almeida. O seu pioneirismo constituiu-se, sem dúvida, em fato histórico é determinante para estas regiões”, destacou Paulo Muniz, reitor da Asces-Unita.

Tabosa de Almeida

Filho de Ambrósio de Almeida e de Eulália Tabosa de Almeida, Adalberto foi casado com Giannina Mastroianni de Almeida, com quem teve quatro filhos: Iara Ione, Ednara, Frederico Wilson e Douglas Tabosa de Almeida.

Adalberto era graduado em ciências econômicas e ciências contábeis pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e em ciências jurídicas e sociais pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Tabosa de Almeida ainda fez doutorado em direito pela UFPE e atuou como advogado em 16 comarcas do interior de Pernambuco. Ele foi eleito três vezes deputado estadual, e duas deputado

G1 Caruaru

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.