Em Belo Jardim, segundo dia da 53ª Festa das Marocas é marcado por euforia do público

Em Belo Jardim, segundo dia da 53ª Festa das Marocas é marcado por euforia do público

O sábado contou com apresentações de quadrilhas, momento infantil, shows musicais e entrega de uma estátua do homenageado dessa edição

Neste sábado (9), a Prefeitura de Belo Jardim através da Secretaria de Cultura, Turismo e Empreendedorismo (Seculte), realizou o segundo dia da 53ª Festa das Marocas. As festividades começaram a tarde com a entrega de uma estátua em tamanho real em tributo ao Maestro Chiquinho, homenageado da festa na edição deste ano. Em seguida, a quadrilha do Sesc Ler Belo Jardim se apresentou em frente ao Carro da Pitú, animando as pessoas que estavam passeando pela avenida.

Às 19h, mesmo embaixo de muita chuva, o povo não deixou de cair na dança com as apresentações nos palcos principal e no alternativo, e no palhoção. No palco principal, quatro atrações marcaram presença: Chapéu de Couro, Delmiro Barros, Ton Oliveira e Juarez. No palco alternativo, o grupo Boi da Gente fez uma belíssima apresentação em comemoração aos seus 15 anos de existência; seguindo com a apresentação de Alexsia Morenato, que foi dos clássicos de MPB ao forró das antigas.

No palhoção, a terceira idade sempre marca presença, já que por lá sempre tem aquele forró pé de serra que agrada o público dessa faixa etária. Neste ponto, quem se apresentou foi Sandro Vaqueiro e um trio pé de serra. Cleucinete Vieira, 63 anos, filha ausente de Belo Jardim, morando em Petrolina atualmente, comentou que faz questão de vir para a Festa das Marocas todos os anos. “Sou muito grata a Deus por estar com saúde para poder prestigiar mais um ano dessa festa que eu amo. Esse ano me convidaram para ser a noiva do palhoção e é claro que eu aceitei o convite”, disse.

O grupo de amigos Simone de Fátima, Daniele Nogueira e Eudes Nogueira, todos de Belo Jardim, falaram sobre a iniciativa da prefeitura de incluir o palco alternativo na grade de programação. “Nós achamos essa iniciativa muito boa, além de ter outros tipos de ritmos musicais sendo apresentados, é uma forma de valorizar os artistas da nossa terra. Seria muito bom se a prefeitura continuasse isso em outros eventos. Além disso, está tudo muito organizado e seguro”, comentaram.

A estátua em homenagem ao Maestro Chiquinho foi construção da própria família. Eles colocaram a figura representativa do maestro em uma casa que ele começou a construir quando era vivo. A reforma foi finalizada pela família recentemente. Além de sanfoneiro, maestro Chiquinho exerceu a profissão de pedreiro, de onde tirou o sustento da sua família durante toda a vida. Para todos os familiares e presentes, a homenagem da prefeitura foi especial e significativa.

A 53ª Festa das Marocas continua até a próxima terça-feira (12), com a levada do Carro da Pitú. Para saber a programação completa, siga a página oficial no Instagram (@festadasmarocas.oficial) e fique por dentro de todas as novidades.

Programação do Domingo 10/07

Palco Principal

  • 19h – Joadson e Forrozão Sela de Aço
  • 20h30min – Poeta João André
  • 22h – Flávio Leandro
  • 00h – Kátia Cilene

Palco Alternativo

  • 15h – (Matinê) Pagode dos Amigos
  • 16h30 – Grupo Som de Nós
  • 18h – Kekel
  • 20h – Banda Rebith
  • 00h – DJ Mecinho Groove

Palhoção

  • 15h – Encontro de Quadrilhas
  • 19h – Zé Novo do Sítio Palha e Zefinha de Mimoso
  • 21h – Toinho da Balança

A Festa das Marocas está com uma página oficial onde todas as novidades são postadas em tempo hábil, é o (@festadasmarocas.oficial). Siga e fique sabendo todas as novidades.

Assista o show AQUI!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.