Em seminário em Brasília, vice-governadora Priscila Krause ressalta políticas públicas voltadas para mulheres no Governo de Pernambuco

Genecy Mergulhao
Genecy Mergulhao
Em seminário em Brasília, vice-governadora Priscila Krause ressalta políticas públicas voltadas para mulheres no Governo de Pernambuco

O seminário contou com a presença de lideranças femininas e colocou em discussão a proposta na legislação brasileira para assegurar 50% de participação das mulheres na política do país.

A vice-governadora de Pernambuco Priscila Krause defendeu, nesta quarta-feira, 20, a construção de um novo paradigma para a ampliação das mulheres na política brasileira durante sua participação no seminário “Elas Querem Igualdade nos Espaços de Poder”. O encontro foi promovido pelo Grupo Mulheres do Brasil, presidido pela empresária Luiza Trajano, e realizado no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, em Brasília. Na ocasião, Priscila Krause defendeu o recorte de gênero em todas as políticas públicas e lembrou do que vem sendo realizado pela gestão do Governo de Pernambuco.

“A política não foi feita para mulheres e nem pensada para mulheres. A gente está aqui na marra e a gente precisa reconstruir esse lugar. Eu não tenho dúvidas de que a eleição de 2022 em Pernambuco foi uma quebra de paradigmas. Pela primeira vez na história do Brasil uma chapa 100% feminina foi eleita”, disse a vice-governadora. “Nós temos que construir um novo paradigma, e para isso precisamos levar a transversalidade para as políticas públicas, fazendo um recorte de gênero. No nosso governo tem em todas elas”, completou Priscila Krause.

A vice-governadora lembrou, por exemplo, que pela primeira vez na história de Pernambuco o crime de violência contra a mulher entrou como um dos índices de avaliação no combate à criminalidade no Estado. “Esse é um crime grave, ele é planejado e suas vítimas escolhidas”, disse Priscila Krause. “Quando nós mulheres nos encontramos, nos vemos em cada uma, mas não somos espelho. A gente precisa reconhecer a nossa própria pluralidade”, completou a vice-governadora.

O seminário teve a presença de diversas lideranças femininas de todo o país, como a vice-governadora do Distrito Federal Celina Leão (PP), a senadora Leila Barros (PDT-DF), a deputada federal Iza Arruda (MDB-PE), a deputada Benedita Silva (PT-RJ), a deputada Luizianne Lins (PT-CE), a embaixadora Irene Vida Gala, a desembargadora Daniele Maranhão, a juíza Alcione Alvim, além das representes do Mulheres do Brasil, como a empresária Luiza Trajano, Maria Augusta Rost e Janete Vaz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie Aqui

Banner (1080 x 1080 px)

Anuncie Aqui

Banner (1080 x 1080 px)
Útimas Notícias
Categorias