Programa do Sebrae fortalece atividade de pecuaristas do Agreste por meio de consultorias de inovação e tecnologia

Genecy Mergulhao
Genecy Mergulhao
Programa do Sebrae fortalece atividade de pecuaristas do Agreste por meio de consultorias de inovação e tecnologia

Entre os ganhos proporcionados pelo Sebraetec, está o aumento da produtividade, resultado do melhoramento genético do rebanho

O Sebrae/PE está ajudando pecuaristas de todo o estado a melhorar a produção no campo. Na unidade regional do Agreste Meridional, por exemplo, que tem sede em Garanhuns, 230 produtores de leite e de gado de corte foram beneficiados com consultorias tecnológicas customizadas e especializadas em 2023, com ganho de produtividade e redução de custos. Além de assistência especializada, o programa Sebraetec também oferece subsídio de até 70% do valor do projeto, facilitando o acesso dos produtores às consultorias. 

Analista técnico do Sebrae/PE, Jefferson Fernandes explica que o Sebraetec promove o acesso de produtores à inovação e tecnologia em suas propriedades rurais, melhorando a produtividade do rebanho e o retorno econômico da atividade rural e agregando valor à produção. Ele ressalta que os produtores têm uma gama de opções de consultorias que atingem o tripé da pecuária: sanidade, alimentação e genética. O Sebraetec também oferece consultorias de legalização da propriedade rural, com georreferenciamento e licença ambiental.

O Sebrae chega junto contratando essas consultorias, um apoio fundamental para os produtores rurais poderem ter acesso à inovação de ponta em suas propriedades. Dos pecuaristas atendidos o ano passado, 85% eram produtores de leite (195 produtores) e 15% produtores de gado de corte (35 produtores). Todos foram beneficiados pelo programa de melhoramento genético“, diz Jefferson Fernandes.

O impacto das consultorias é mensurado através de avaliações periódicas realizadas pelos analistas do Sebrae. “Podemos exemplificar que o programa de melhoramento genético proporciona ao produtor o nascimento de animais de alto poder produtivo, que chegam a ser três vezes mais produtivos que os animais comuns dos seus rebanhos. E na consultoria de manejo e sanidade, a diminuição de custos chega a ser de mais de 20% no manejo adequado e formulação da ração por lotes produtivos“, detalha o analista.

O pecuarista Raimundo Antônio Raimundo Duarte Filho, 41 anos, que tem fazenda no município de Correntes, conta que foi muito importante participar do Sebraetec. “É um novo mundo que a gente descobre na nossa empresa rural, que é a nossa fazenda. Foi muito inovador, conseguimos melhorar a produtividade e fazer uma gestão financeira mais aprimorada. Houve melhoras em todas as áreas. Com o apoio do Sebrae, agora temos uma visão mais empreendedora, mais empresarial“, pontua.

Participar do programa do Sebrae foi muito bom, minha produção de leite melhorou e eu aprendi muito. A genética do gado também melhorou e isso foi um uma coisa que ajudou na produção“, reforça José Demário de Albuquerque, 40 anos, proprietário de uma fazenda no município de Itaíba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie Aqui

Banner (1080 x 1080 px)

Anuncie Aqui

Banner (1080 x 1080 px)
Útimas Notícias
Categorias