Secretaria de Educação recebe o ICE para vistoria e instrução das voltas às aulas híbridas em Belo Jardim


A Prefeitura Municipal de Belo Jardim recebeu nesta segunda-feira (15), a equipe do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), para avaliar as condições físicas de cada unidade escolar. No decorrer da semana, 20 escolas receberão a visita do instituto, sendo 17 na zona urbana e 3 zonas rurais. A primeira contemplada com este momento foi a Escola Municipal Sebastião Cabral, que foi analisada por uma equipe composta por cinco pessoas incluindo engenheiro civil, técnico em edificações e arquiteto.

A Secretaria de Educação está fazendo um levantamento para que alunos das escolas municipais voltem com sua rotina escolar. Nesse primeiro momento, o retorno será com sistema de ensino híbrido, que é uma metodologia que combina aulas online e presenciais. Graças à essa inspeção, será avaliada toda a estrutura física da escola tornando assim possível uma volta às aulas com segurança para alunos e professores.

A avaliação é feita contendo medições dos espaços, análise da fiação de energia e também das estruturas de ambientes, abastecimento de água, entre outros detalhes para que assim sejam implantados os protocolos de segurança contra a COVID-19. O engenheiro e representante do instituto, Luiz Gonzaga, relatou como vai ser feito este trabalho.

“Estamos aqui hoje para fazer um levantamento da estrutura física da escola, para ver as dificuldades, as necessidades e as qualidades. Identificando na rede algumas que tenham vocação para o tempo integral. Vamos medir dimensões, características de salubridade, grau de segurança, questão de higiene e segurança do trabalho. Também será avaliada a questão da segurança elétrica, pois muitas vezes têm incêndio pois a parte elétrica está sobrecarregada”, relatou o engenheiro.

Um relatório deve ser entregue à gestão municipal com um prazo médio de 15 dias. A secretária Marta Medeiros contou como essa vistoria será importante para as unidades escolares municipais na cidade. “Este é um momento de cuidado que estamos tomando antes de começarem as aulas, mesmo que de forma híbrida. É preciso termos este olhar criterioso e sistemático visando a saúde dos alunos e dos professores. Mesmo que de forma gradativa, a segurança de toda a comunidade escolar será levada em consideração”, disse a secretária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.