Sedec faz balanço do recadastramento de táxis no município e entrega novas licenças

Genecy Mergulhao
Genecy Mergulhao
Sedec faz balanço do recadastramento de táxis no município e entrega novas licenças

A Prefeitura de Belo Jardim, por meio da Secretaria de Defesa Cidadã (Sedec), divulgou na manhã desta quarta-feira (24), o resultado do recadastramento dos taxistas do município. O processo iniciou no mês de março, dos 151 taxistas cadastrados, 112 realizaram o recadastramento e ganharam a adesivação padronizada dos veículos.

O recadastramento dos taxistas de Belo Jardim foi um marco para a categoria tão esquecida nas outras gestões. Segundo o secretário da Sedec, Cel. Fábio Souza: “Todo o procedimento de recadastramento dos taxistas têm respeitado os princípios constitucionais, visando a moralidade de serviços a dignidade do taxista e a segurança da população, usuária do serviço”.

A gestão ainda enfatiza que cerca de 39 taxistas não demonstraram interesse em realizar o recadastramento, e essas permissões pendentes foram transferidas para outros cidadãos que desejavam e precisavam ganhar seu sustento com o serviço de transporte por táxi do município.

Durante a terça-feira (23), aconteceu no gabinete do Prefeito a reunião com os taxistas recém-licenciados. Para Reinaldo que estava impossibilitado de trabalhar devido a falta de licença foi uma oportunidade de voltar a ativa.
“Essa licença das placas pra mim é muito importante para começar a trabalhar, porque estou parado, e com ela terei a possibilidade de retornar ao trabalho”, disse o recém-licenciado, Reinaldo Barros.

E em parceria com a Secretaria de Assistência Social, foram cadastrados 101 taxistas no Programa de Benefício Emergencial aos Motoristas de Táxis do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), dos quais 96 condutores já começaram a receber o benefício de cinco parcelas de R$ 1.000,00.

O secretário disse ainda que só foi possível os profissionais receberem esse auxílio pois realizaram o recadastramento, estando com sua situação cadastral regular. “O procedimento realizado pela Sedec foi primordial, pois caso contrário os taxistas do nosso município não iriam ter direito ao benefício por estar com a permissão do serviço em situação irregular”, finalizou, Souza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie Aqui

Banner (1080 x 1080 px)

Anuncie Aqui

Banner (1080 x 1080 px)
Útimas Notícias
Categorias

[GRÁTIS] 10 FORMAS DE GANHAR R$ 1.000 EM 7 DIAS

Baixe nosso ebook gratuitamente e comece a trilhar o caminho rumo ao seu sucesso financeiro!