Vila do Juá foi palco de mais uma edição do São João da Roça na Capital do Agreste

Vila do Juá foi palco de mais uma edição do São João da Roça na Capital do Agreste

Nesta sexta-feira (17), foi a vez da Vila do Juá receber o polo itinerante do São João da Roça. A festa iniciou logo às 19h com o trio pé de serra que carrega o nome do mestre do barro, o Trio Vitalino, que com o fole da sanfona foi chamando o povo para dançar e curtir a noite que estava só começando. E, aos pouquinhos, as pessoas foram saindo de suas casas para prestigiar as apresentações e curtir o climinha que o nordestino tanto ama e que, há dois anos, era só saudade.

A segunda atração da noite roubou a cena, concentrou os olhares e arrancou aplausos, a Banda de Pífanos da Inclusão se apresentou mostrando que a nossa cultura está enraizada e não tem barreiras e nem limites; e que o São João 2022 é o do Reencontro, mas também da inclusão.

Na sequência, o trio Forró Quentão subiu ao palco, esquentou o público e puxou a quadrilha composta só por crianças e adolescentes da comunidade, a Juá Drilha. E encerrando a noite, a banda recifense Cascabulho trouxe no repertório o melhor do manguebeat, coco e maracatu; mostrando toda a multiculturalidade do São João de Caruaru.

O São João na Roça, além de descentralizar a festa e aproximar as pessoas do Maior e Maior Melhor São João do Mundo, resgata a tradição das antigas festas juninas de rua que reunia as famílias, amigos em volta da fogueira pra dançar o autêntico forró, cena típica do interior.

Fotos: Felipe Correia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.